12 brincadeiras para organizar uma gincana de estímulos

12 brincadeiras para organizar uma gincana de estímulos


Se você acompanha o blog há um tempo sabe que uma vêz por mês o domingo é “de estímulo”, ou seja eu (a Patcamargo) proponho brincadeiras que além de divertidas estimulam a coordenação e os sentidos das crianças.

Eu postei em uma de minhas colunas uma gincana de estímulo à coordenação motora fina que ficou bem legal. E o que eu vou propor hoje é uma mega sugestão de atividades que vão movimentar vários aspectos das crianças. Você vai ver. Claro que não é preciso fazer todas as brincadeiras de uma vez. Mas escolha 3 ou 4 e desafie seu filho. Se houver mais de uma criança em casa, deixe que cada um faça separado e conte o tempo. Outra forma é deixar que eles trabalhem juntos, sendo que eles vencerão a gincana se completarem as tarefas, independentemente do tempo.

Em geral, uso esta segunda opção com os filhos ou quando os amiguinhos das crianças estão em casa. Desta forma, eles ainda desenvolvem a cooperação, o respeito ao limite do outro e a ajuda mútua. Bóra para a gincana!

Movimentando o corpo (estímulo da coordenação motora grossa)

1.Desviando dos lasers

Esta atividade eu já postei antes e fiz algumas vezes em casa. Sempre funciona e é muito divertida. As crianças amam fingir que são agentes secretos, ou exploradores ou heróis enfrentando armadilhas. Na foto a cama de gato (este é o nome “científico” da brincadeira) foi feita com barbante. Mas também é possível fazer de papel crepom num corredor. Dependendo da complexidade, já a partir de 2 anos é possível brincar.

wihousewifeconfessions_laser

 

2. Pé de lata

No post sobre brincadeiras ao ar livre tem as instruções para construir um pé de lata, a partir de embalagens de achocolatados ou leites em pó. Mas neste post aqui a proposta é colocar todo mundo para andar no pé de lata com parte da gincana.

Pés de lata

Pode ganhar pontos quem conseguir caminhar com o pé de lata. Pontos extras para aqueles que acompanharem um trajeto que você pode fazer com fita crepe no chão. Coloque alguns obstáculos no caminho para que eles ultrapassem. É muito bom!

Polegar e dedo opositor (estímulo da coordenação fina)

3. Colar materiais no papel contact

Eu fiz esta atividade com a Gabi e foi um sucesso. Então, a Patcamargo aproveitou a ideia e transformou num jogo para a gincana.

Os materiais são:

Papel contact

Grãos diversos ou macarrão

Papel para rasgar

Fita crepe para fixar o contact

Material do colando macarrao no contact

 

Ela espalhou montinhos de grãos e macarrão. Depois, desenhou duas figuras geométricas no lado colante do papel. O desafio proposto era que as crianças rasgassem o papel e com os pedaços formassem o contorno da figura geométrica. Em seguida, eles deveriam preencher o desenho colando as sementes.

Colar materiais no papel contact - material

Se quiser que esta etapa fique um pouco mais difícil, só vence a criança ou as crianças que, depois de completarem a figura, retirarem todas as sementes do contact para devolver nos montinhos iniciais.

Colar materiais no papel contact - pronto

4. Pinçar bolas de algodão com pregador

Aqui o desafio é pegar pompons ou bolotas de algodão com pregadores de roupa e colocá-los num pote. Você pode variar a brincadeira ou estipulando um tempo para completar a atividade ou combinando uma quantidade mínima de bolotas a serem colocadas no pote. Também pode formar um caminho com o algodão e as crianças precisam percorrer o caminho para pinçar as bolinhas.

5. Colocar limpador de cachimbo na lata

Para fazer esta brincadeira primeiro é preciso construir o brinquedo. Eu ensinei a fazer este num post sobre estímulo do movimento de pinça para bebês. Mas a foto abaixo mostra todo o material que você precisa:

Brinquedo feito em casa para estimular a coordenação motora fina - material

Olha só o brinquedo pronto.

Brinquedo feito em casa para estimular a coordenação motora fina - brinquedo pronto

Feito isso, o desafio da gincana é passar o limpador de cachimbo pelos furos da tampa no menor tempo possível!

Vamos exercitar os pulmões

6. Pintar assoprando o canudinho

Para fazer esta brincadeira, você vai precisar de papel craft (destes de embrulhar caixas), tinta guache, canudinhos, um pouco de água, caneta hidrográfica para desenhar as linhas de Largada e Chegada e fita crepe.

Corrida de tinta - material

Monte a pista de corrida, usando o papel craft preso no chão com fita crepe. Desenhe, então as linhas de Largada e Chegada. Quanto mais velhas forem as crianças, maior a distância entre uma linha e outra. Coloque um pouco de tinta no início e misture com água para que ela fique bem líquida. Você pode usar várias cores para diferenciar os competidores.

Chame as crianças para participar de uma corrida de pintura com sopro. Explicando melhor, cada uma deverá soprar a tinta com o canudinho até que ela chegue até a linha final. Olha só os filhos da Patcamargo se divertindo!

Corrida de tinta - crianças brincando

7. Corrida de algodão

Esta eu fiz com meus sobrinhos e registrei num post de brincadeiras com algodão. O princípio é o mesmo da brincadeira anterior, só que usando o algodão no lugar da tinta. Ah! No mesmo post há outra brincadeira com algodão que pode tranquilamente ser incorporada na gincana. Dá uma olhada lá.

10 brincadeiras fora da rotina para fazer no feriado - corrida de algodão

 

Estimulando a coordenação fina

8. Rosquear as garrafas de água

Tem uma brincadeira parecida com esta num outro post também com uma gincana para estimular a coordenação motora. Mas a história desta é tão espontânea que resolvi registrar aqui. Num dia que a Potchochenca (a filha mais nova da Patcamargo) estava doentinha e ficou em casa, a Pat fez várias brincadeiras com ela. Depois do banho, a Potcho queria continuar brincando. Então ela mesma foi na cozinha, trouxe todas as garrafinhas de água que encontrou, sentou no chão e começou a brincar de trocar as tampas, vendo qual cabia em qual garrafa.

12 brincadeiras para organizar uma gincana de estímulos - larissa com garrafas

Transformada para a gincana, o desafio é encontrar qual tampa cabe na garrafinha de água. Deixe tudo bem misturado para as crianças se divertirem muito tentando encontrar o par.

9. Pesca do cubo de gelo

Esta brincadeira rende muitas risadas e é excelente para um dia mais quente. Você vai usar um pote vazio, um pote com água, cubos de gelo e uma colher para cada criança.

Material Pesca de gelo

A atividade é bem simples, mas não é tão fácil: pescar o gelo com a colher do pote com água e passar para o pote vazio. Vence quem conseguir pescar o maior número de cubos de gelo. Ou, se a gincana for em conjunto, quem consegue completar a brincadeira em menos tempo. No caso da Cucuruca, do Pocoyo e da Potcho, eles quiseram repetir a pescaria várias vezes, sem se preocuparem muito com o resultado da gincana. Valeu mais a diversão!

Pesca de gelo

Estímulo também para os outros sentidos

10. Espelho de caretas

Sente os participantes em frente ao espelho e coloque uma imagem de careta na frente deles. Quando a gente fez, usei estas imagens de príncipes e princesas que circularam na internet só para aumentar a graça. O desafio é imitar as caretas no espelho. Para esta brincadeira você pode ser o juíz que decidirá se a imitação foi boa ou não.

Princepesfazendocareta princesas-disney-careta001

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

11. Descobrindo sabores

A ideia veio do post que fizemos sobre experimentar novos sabores. Mas na gincana, a brincadeira muda um pouco. Em lugar de testar novos sabores, as crianças terão que adivinhar, de olhos vendados, o que elas estão comendo. Vence esta etapa quem conseguir descobrir o maior número de alimentos.

Uma brincadeira para experimentar novos sabores - provando

12. Encontrar um objeto com os olhos vendados

Para finalizar a gincana, uma brincadeira que estimula o senso tátil. De olhos vendados, as crianças precisam encontrar um objeto. O ideal é que elas esteja num local conhecido ou que seja um espaço sem muitos móveis ou coisas nas quais elas possam bater e tropeçar. Deixe o objeto de forma que seja mais fácil de primeira vez.

brincadeira do tato - larissa com olhos vendados

Numa segunda rodada, quando todos já tiverem se habituado com o lugar em que estão, você pode colocar o objeto num lugar de acesso um pouco mais difícil.

brincadeira do tato - henrique com olhos vendados

E aí, o que achou? Dá para criar uma tarde de gincana em casa? Se achar que precisa de ainda mais ideias, além de continuar pesquisando aqui no blog, você pode ter em casa, ou para levar na bolsa, a Caixa Antitédio do Tempojunto.

Sabe aquela história do “não tenho nada pra fazer” que os filhos falam para a gente de vez em quando? Pois é, foi pensando nisso que a gente criou a tal caixinha.

Todo dia a gente publica uma brincadeira nova aqui no Tempojunto, voltada para crianças de 0 a 10 anos de idade. Se você não quer perder nenhuma destas ideias, basta clicar aqui para se cadastrar. É grátis. Uma vez por semana mandamos uma newsletter por email com os links de tudo o que foi publicado no blog :-)

 

 

52 comentários

Deixe seu comentário
  1. 7
    Andreia Bettiol

    Sensacional, muitas atividades divertidas e educadoras, vou utilizar muitas dessas atividades!!!! Parabéns

  2. 9
    Stela

    Muito bom, legal de mais. Tenho um menino de 05 e uma menina de 09 anos de idade. Agora nas férias vou saber como brincar com eles. Parabéns.

    • 20
      Patrícia Marinho

      Oi Lindalva,
      Aqui é a Patrícia Marinho. Pode deixar que vou passar o seu elogio para a Patcamargo!
      Beijos
      Patrícia

  3. 23
    Maria Aparecida Lima Sá

    Muito bom essas brincadeiras e dar pra se fazer em qualquer idade. Gostaria de receber mais por email.

    • 24
      Patrícia Marinho

      Oi Maria Aparecida,
      Que bom que você gostou do post e pelo interesse no Tempojunto. Acabei de cadastrar você na nossa lista para receber os emails.
      Espero que goste,
      Beijos,
      Patrícia

  4. 27
    arion santanna

    Muito educativas e prazerosas , uma nova maneira de desperta o interesse, tendo em vista a disputa desleal com a tecnologia, acredito que essas brincadeira nos darão resultados expressivos , no que se refere a aceitação de tal público , Parabéns Patricia.

  5. 33
    Elias Pereira

    muito bom, eu e minha esposa estamos como voluntários aos sábados á tarde na igreja com crianças e jovens dando a palavra de Deus, mais como são novos eles tem muita energia e busco mais atividades para eles, temos uma quadra coberta e um salão mais os meninos ocupam mais a quadra e preciso de mais novas brincadeira para as outras, e os recursos são pequeno, pedéria me mandar umas ideias obrigado.

    • 34
      Patricia Camargo

      Oi Elias, aqui é a Patcamargo, tudo bem? Você sabia que eu e meu marido fomos coordenadores de grupos de crianças e jovens durante 23 anos, fazendo exatamente o que você e sua esposa fazem? No nosso caso, era também aos sábados à tarde, mas tínhamos encontros mensais de final de semana, chamados acantonamentos, onde ficávamos com o pessoal dormindo inclusive na igreja (ou em casas de retiro). Trabalhávamos com crianças a partir de 5 anos e íamos até jovens de 18 a 22 anos. Tudo isso para dizer que sei exatamente como é seu trabalho, o esforço que precisamos para ter ideias novas toda semana, que possam interessar a este pessoal e ainda sirva para passar uma mensagem.

      Bom, muito do que eu coloco aqui no Tempojunto – especialmente os posts com brincadeiras para crianças de 4 a 7 anos, brincadeiras ao ar livre, gincanas, circuitos, brincadeiras de concentração são todas com base nesta experiência. E lá também contávamos com pouquíssimos recursos, além da nossa criatividade e das crianças.

      O que eu posso sugerir de prático para você é mergulhar no blog Tempojunto, buscar brincadeiras por idade. Também buscar por situações, especialmente “ao ar livre”, “férias”, “feriado”, “brincam muitos”, que são onde classifico estas brincadeiras que falei antes. Também dá para procurar por palavra-chave como: : circuito, gincana, acampamento, desafio. Assim, você vai conseguir encontrar muitas dicas que poderá adaptar conforme o espaço e o tema desenvolvido. Abraço

  6. 35
    LUCIA SIQUEIRA

    Maravilhoso o “TEMPOJUNTO”.Adorei todas as sugestões de brincadeiras.Tenho 70 anos e estou sempre procurando atividades para os meus netos quando eles me visitam. Obrigada por compartilhar essas idéias brilhantes com as avós ansiosas para distrair seus netos.

    • 36
      Patrícia Marinho

      Oi Lucia,
      Que maravilha de comentário.
      Ficamos muito felizes em contribuir para a construção de vínculo entre avós e netos. Conte com a gente para muitas aventuras :)
      Beijos e volte sempre,
      Patrícia

Deixe uma resposta para Daniela Cancelar resposta