7 receitas de tinta comestível para bebês


Coluna cozinha

A partir de hoje o Tempojunto na cozinha vai ser um pouco diferente. Infelizmente a Mônica Herzer, que escreveu as primeiras colunas, não vai mais contribuir conosco. Eu e a patcamargo chegamos a pensar em desistir da coluna, mas a ideia de incluir as crianças na cozinha e fazer do momento da preparação da comida um delicioso tempo juntos é tão boa que a gente resolveu mantê-la, só que de um jeito diferente. Vamos falar das nossas próprias excursões à cozinha com as crianças. E vamos trazer convidados também. No meu caso é um desafio e tanto porque a Carol tem mostrado interesse em aprender cozinhar e eu sou uma negação (sério!). A coluna vai acabar me obrigando a ter que aprender a fazer algumas coisas com ele e eu vou contar as histórias desses momentos aqui no blog.

Para começar esta nova fase do Tempojunto na cozinha, resolvi fazer um post especial, falando de um assunto que volta e meia gera um monte de debates nas redes sociais do Tempojunto, principalmente o facebook: como fazer tinta comestível para os bebês? Sim, porque a gente quer iniciar as crianças em todo fascínio que é trabalhar com cores, mas as crianças pequenas passam pela fase oral, em que tudo precisa ser experimentado com a boca e daí que o risco de usar alguma coisa tóxica acaba nos afastando da experiência. Não precisa ser assim. Por isso a cozinha vai ser dedicada a mostrar 7 receitas de tinta comestível para bebês. Você pode fazer a que fizer sentido para vocês.

Para começar, três receitas que eu já fiz em casa e deram super certo:

1. Tinta de gelatina

Neste caso, você compra gelatina tipo Dr Oetker de cores diferentes, coloca o pó de cada cor num pote e coloca um pouco de água fervente. Depois você mistura e vai sentindo a textura. Se quiser mais fina, é só colocar mais água. Se ficou fina demais, basta colocar pó. Na hora em que esfriar está pronto para ser usado! Eu contei como foi a minha experiência quando a Gabi tinha 8 meses neste post aqui

tintacomestivelbebes
2. Tinta de Iogurte

Quando a Gabi ficou um pouco mais velha, eu fui com ela para a cozinha fazer uma outra receita: basta pegar um pote de iogurte e adicionar algumas gotas de corante colorido para você ter uma tinta caseira. Contei tudo com detalhes de como fazer, incluindo com video do resultado, neste post aqui.

passo a passo para fazer a tinta comestivel

 

3. Tinta de gelo

Esta é outra muito fácil. Você adiciona corante de alimentos à agua e coloca as cores na forma de gelo. Quando estiver congelado, é só desenformar e dar para as crianças brincarem que nem a Gabi fez neste post aqui.

arte para bebês com gelo colorido - Gabi pintando

Mas aí as pessoas perguntam: mas a gelatina não tem açúcar? É seguro usar corante de alimentos? Bem ambos os casos eu só fiz a atividade depois de conversar com a minha pediatra, a Dra Ana Escobar. No caso do açúcar da gelatina, a quantidade é pequena e o uso é muito esporádico para ser um problema. No caso do corante idem. Lembre-se, ninguém está fazendo uma refeição colorida, mas sim procurando formas de fazer atividades artísticas sem risco para a saúde.

De qualquer maneira, existem muitas outras alternativas para quem quiser explorar outras possibilidades.

4. Tinta de Amido de Milho (Maizena)

No site petitecomeaux.wordpress.com eu achei esta receita usando 1 xícara de amido de milho, 1/2 xícara de água fervendo, 1 xícara de água fria e corante de alimentos. Você começa misturando o amido de milho com a água fria para dissolver tudo.A consistência vai ficar estranha, mas é só continuar mexendo para dissolver tudo.  Depois você adiciona a água quente aos poucos, até ficar na consistência que você quer. Por fim adicione o corante. Cores como azul e roxo tendem a manchar mais. Daí é só se preparar para a bagunça.

7 receitas de tinta comestível para bebês - Tinta de maizena

5. Tinta de Farinha

O learnplayimagine.com traz uma outra alternativa para a tinta a base de amido de milho que não envolve água fervente. Você usa farinha de trigo, corante de alimentos e um pouco de água. Bate tudo com um misturados. Vai precisar de muito corante porque a base é de farinha branca. Mas, depois, o efeito é lindo. A quantidade de água vai depender da textura que você quiser ter no final. Quanto mais água, mais líquido. Se quiser, pode acrescentar uma colher de óleo vegetal a tinta pronta para ficar mais fácil de espalhar.

7 receitas de tinta comestível para bebês - tinta de farinha

Agora, se você não quiser colocar nenhum elemento industrializado na receita, pode recorrer ao purê de frutas ou vegetais.

6. Tinta de frutas

Já o handsonaswegrow.com fala de um outro tipo de receita, super simples, que é simplesmente fazer purê de frutas. Você pode usar banana (amarelo), morango (vermelho), kiwi (verde) e vai ter uma experiência sensorial super interessante. Se quiser deixar a cor mais forte, pode acrescentar gotas de corante de alimentos. Mas não é necessário. Você pode ver a experiência completa neste post aqui.

7 receitas de tinta comestível para bebês - tinta de frutas

7. Tinta de vegetais

O princípio com os vegetais é o mesmo. Você usar brócolis, beterraba e cenoura por exemplo. Veja como o rainydaymum.co.uk fez algo parecido neste post aqui.

7 receitas de tinta comestível para bebês - tinta de vegetais

Tem muito mais dicas de brincadeiras aqui no site. É só usar uma das nossas ferramentas de busca para encontrar o que precisa. E se você não quiser perder nenhum conteúdo que publicamos para bebês, clique aqui para baixar o seu ebook “Como montar uma área de brincar” e entrar para a nossa lista de emails. Toda semana mandamos um resumo que foi publicado no blog para você. 

Ebook area de brincar_1

54 Comments

Comente
  1. 1
    Andrea Samira

    Olá!
    Estou aqui apaixonada pelo seu site! Tenho uma pequena de 1 ano e 3 meses, e sempre procuro fazer atividades com ela que envolvam artes, experimentar novas texturas, brincar na terra, com tintas, etc. Nunca deixei ela na frente da tv, particularmente acho perda de tempo, e hoje em dia a gente tem tão pouco tempo com os filhos…
    Meu marido e eu gostamos de fazer artesanato, e ele é músico, então nós incentivamos nossa filha a também gostar dessas coisas.
    Amei suas idéias, e já vou fazer as tintas hoje mesmo!
    Um grande abraço e obrigada por dividir suas idéias e descobertas com outras mães.

    • 2
      Patrícia Marinho

      Olá Andrea! Seja bem-vinda! Obrigada por ter se dado ao trabalho de parar para comentar. Espero poder continuar contribuindo no Tempojunto de vocês! Beijos, Patrícia

  2. 3
    Sara

    Bem, eu também sou fã de seu site e curiosamente música. Minha bebê tem quase 3 meses e pensei começar a pintar com ela a partir do momento em que se sentar (chão forrado… kkk). Tenho uma dúvida: Já tentou guardar alguns desenhos com essas tintas comestíveis? Degradam-se muito? Gostaria de fazer pelo menos alguns para guardar…
    Outra dúvida é: juntar sal poderia estragar a tinta? Eu gostava de estragar o sabor mas não a tinta 😀

    • 4
      Patrícia Marinho

      Oi Sara, obrigada!
      Olha só, o que eu fiz com a tinta de gelatina, eu cobri com papel contact e tenho até hoje. Já o que fiz com a tinta de iogurte, se desfez porque o papel não aguenta. O que dá para fazer é registrar de um jeito diferente, com fotos e vídeos. Sobre colocar sal, não acho que vá estragar a tinta, não. O problema é que pode gerar reação na criança e ela vomitar se levar o material a boca e o gosto for ruim. Então tem que tomar cuidado, ok?

      Patrícia

      • 5
        Sara

        Obrigada, Patrícia! Continuo investigando no site brincadeiras a partir dos 3 meses 😛 Fazendo meu guia sobre seu site ^.^ Muito obrigada!

  3. 6
    Kivian Lopes

    Oii! ESTOU AMANDO ESTE SITEEEE ! É incrivel, parabéns! É completamente diferente de qualquer outro! Estava procurando sobre atividades montessouri no Google e encontrei vocês e estou simplesmente DEVORANDO tudo. Tenho uma bebê de 4 meses e meio, será que posso fazer essa brincadeira de tinta de gelatina? Ou ainda é muito cedo? Estou ansiosa pra começar hehe Beijos e parabéns novamente!

    • 7
      Patrícia Marinho

      Nossa! Que animação rsrsrsrs! Que bom! Fico feliz! Você pode fazer qualquer atividade que se sinta confortável para fazer. O importante é observar a criança e adequar as atividades para o seu momento. Na dúvida, o pior que pode acontecer é você ficar frustada (calmaaaa) e tentar novamente mais tarde. Tem muita brincadeira que você pode fazer desde que o bebe nasce e portanto, é só começar!

  4. 10
    Sara

    Patrícia, como adoramos o seu site!! Sou Pianista e a minha Sofia há adora música, piano, cantar e tudo relacionado… mas na parte visual/plástica e motora a nossa família não tem tradições de brincadeiras… fiz aqui um comentário há cerca de 2 meses, quando tudo parecia tão distante….

    Hoje a sofia tem 5 (faz 6 dia 18) e é praticante assídua de vossa enciclopédia da brincadeira (queria engatinhar e graças às estimulações sugeridas num post está quase quase engatinhando, já temos uma gaveta de materiais, garrafas de plástico boas – pesquisei umas sem BPA para reutilizar bastante -, temos sacolas de congelação e ela ADORA cada momento. Quanto aos desenhos começamos há uma semana e meia e conservamos 5 porque alguns ficam muito amassados ou o desenho foi muito manipulado por nós! O interesse é tanto que penso que é o único momento do dia em que a minha filha não se lembra que tem boca para experimentar!!! Adora tanto a tinta que nunca põe as mãos na boca.

    Como ainda não compramos corante (e tenho receio que manche as mãos) fazemos a tinta de maizena com gelatina e ou suco em pó para colorir! Tem ficado lindo 🙂 e mais do que tudo: ela ama! Quando é a atividade que antecede o banho dorme direto depois 🙂

    Obrigada por tudo <3

  5. 11
    Elisa costa de camargo

    Nossa! adorei suas experiencias irei usar para uma apresentação de aula na faculdade, e também quando começar a trabalhar com os pequenos, obrigado pela sua dedicação isso irá ajudar a todas que querem se aperfeiçoar na coordenação de motoras finas.

    • 18
      Patrícia Marinho

      Oi Laiz,
      Que bom! Já cadastrei você para receber os nossos emails daqui para frente, ok?
      Beijos,
      Patrícia

  6. 19
    Bianca

    Adorei! Estava querendo que minha filha começasse a pintar, mas tinha medo de usar tintas com ela. Agora vai ser só diversão e sujeira! : )

  7. 31
    Vanessa

    Fizemos hoje a tinta de maisena como alternativa para esta época de calor onde contamos com muitas formigas. Foi uma experiência incrível! !! Um grande abraço

    • 40
      Patrícia Marinho

      Olá Rosy,
      Acabei de fazer o seu cadastro na nossa lista. Espere que goste e aproveite bastante o nosso conteúdo.
      Beijos e obrigada pelo interesse,
      Patrícia

    • 42
      Patrícia Marinho

      Desde pequenos, Priscila. Mesmo antes de falar, eles não vão saber os nomes das cores, mas vão começar a entender que as coisas possuem nomes e aos poucos vão associando palavras à cores, formas e objetos. Isso vai facilitar o desenvolvimento da fala lá na frente.

  8. 43
    DANIELA BORGES

    Excelentes ideias, as tintas favorecem o desenvolvimento dos sentidos, além disso a pintura é uma atividade super divertida para os bebes dessa faixa etária!!

  9. 45
    Rafael Freitas

    Olá,
    Sou fotografo e adorei as tintas comestíveis mas tenho uma dúvida, a tinta de amido de milho ela se mantém na forma liquida por quanto tempo ?

    • 46
      Poliana Marques

      A tinta com amido de milho não fica líquida. Na verdade, ela fica mais pastosa mesmo. Você pode alcançar uma consistência mais fina, como massa de panqueca. Mas ela serve mais para uma brincadeira exploratória com tinta, do que para pintar no sentido mais artístico da palavra. Espero ter ajudado. Qualquer coisa, é só dizer. Abraço e seja sempre bem-vindo por aqui.

  10. 47
    CAMILA SCHRODER

    Olá! Encontrei por acaso o site e estou amando! Já está nos meus favoritos! Minha dúvida é: Vou fazer o ensaio da minha filha com tintas, o smash the paint, e como é óbvio que ela vai por na boca, quero uma que ofereça o menor risco possível. Pois bem, minha dúvida é sobre as tintas com corante alimentar! Elas mancham muito? O bebê não vai ficar todo manchado? Trabalhei uma vez com corante e foi difícil de tirar! hehe Se eu diluir a gelatina e acrescentar na mistura de maisena com água, daria boa será?

    • 48
      tempojunto

      Olá, Camila! Muito obrigada pelo seu comentário 🙂 Sobre as “tintas”, o corante de alimentos é atóxico e em geral não causa alergias nos bebês. Mas você tem razão, a cor fica na pele por pelo menos uns 2 dias. Como alternativa você pode usar a cor extraída da fervura de alguns alimentos. Beterraba, espinafre dão boas cores! Ficam mais fraquinhas que o corante, mas funcionam bem também. Outra opção é a gelatina colorida colorida com corante de alimentos, mancha, mas bem menos que o corante. Espero ter ajudado! Qualquer coisa escreva para contato@tempojunto.com 🙂

  11. 49
    Ana Paula Monterossos.

    Deixo aqui ideias de corantes mais naturais. O açafrão é um amarelo lindo, pó de flor de hibisco ou farinha de amora, hibisco mais bicarbonato de sódio dá um azul. Sementes de urucum hidratadas dão um alaranjado. Verde pode ser spirulina em pó.

    • 50
      Patricia Camargo

      Obrigada pela dica Ana Paula! Fica o registro para quem quiser aproveitar e usar outros corantes, feitos a partir de elementos naturais. 🙂

    • 52
      tempojunto

      Olá, tudo bem? Obrigada pela sua mensagem. Você pode armazenar por, no máximo, 3 dias na geladeira. Se ela ficar mais durinha, basta apenas acrescentar um pouco de água para diluir.

  12. 53
    Janaína Schneider Nicolosi Vieira

    Sobre tintas naturais, o caroço do abacate em contato com o ar reage e fica com um tom lindo de laranja! E a água de cozimento do repolho roxo, ao colocar uma colher de café de bicarbonato, fica azul.

+ Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.