Brincadeiras não estruturadas que mudam a rotina


A Gabi não é mais bebê e com isso, a cada dia que passa, a interação dela com as brincadeiras que eu proponho aumenta. Com isso, eu vou procurando novas formas de incluir a brincadeira de forma natural no nosso cotidiano. Como olhar um objeto na cozinha e pensar numa atividade. As brincadeiras não estruturadas se tornam a melhor parte do dia.

A brincadeira nasce em qualquer lugar

A história do post de hoje é um retrato do dia-a-dia de quem tem filho pequeno. Eu estava em casa, precisando fazer algumas coisas na cozinha, e a Gabi simplesmente não desgrudava da minha perna pedindo colo. Por mais que a gente tente, nem sempre dá para planejar o dia com o filho. Eu podia ter me irritado. Mas preferi olhar para a cozinha e ver como eu podia fazer dela, naquele momento, um ambiente de exploração.

A cozinha de minha casa é preparada para a presença de crianças. Os armários mais baixos são cheios de potes e utensílios que a Gabi pode mexer livremente. No momento em que percebi que ela não ia se distrair sozinha,e eu não tinha um brincadeira pronta como as que indicamos neste episódio do SOS Brincadeira, pedi para ela abrir um desses armários. Ela não pensou duas vezes.

De dentro do armário, saiu uma forma para fazer cupcake. Eu olhei para a forma e falei “Gabi, tive uma ideia! Sabe o que ia ser legal? Colocar bolinhas de massinha nessa forma!”. Os olhos dela se arregalaram e ela foi correndo para a varanda brincar.

A brincadeira não precisa ser estruturada para ser legal

Meu papel nesta brincadeira foi fazer o convite. Daí em diante foi com ela.

Primeiro ela pegou a forma, colocou na mesinha, e pegou a massinha

Brincadeiras não estruturadas que mudam a rotina - mesa com forma e massinha

Depois ela resolveu brincar com os potinhos da massinha, colocando na forma e depois fazendo uma torre com a tampinha.

Brincadeiras não estruturadas que mudam a rotina - potes na forminha e torre de tampas

Por fim, veio a ideia de fazer bolinhas com a massinha para colocar na forminha

Brincadeiras não estruturadas que mudam a rotina - gabi fazendo bolinha e colocando na forma

Eu voltei para as minhas tarefas na cozinha e deixei-a brincando. Daqui a pouco ela me chama e quando eu chego ela fala, orgulhosa, “Tcharããã!”

Brincadeiras não estruturadas que mudam a rotina - gabi mostrando a bandeja

A forma estava cheia de bolinhas de massinha que ela tinha feito. Nem um espacinho faltando!

Antes eu tinha uma criança grudada na minha perna. Vinte minutos depois eu estava com minha tarefa pronta e com um criança feliz e realizada em casa. Posso querer coisa melhor?

Não sei se você já sabe, mas aqui tem brincadeira nova diariamente. Para você não perder nada, faça parte da nossa lista da Newsletter e receba por e-mail tudo que postamos no Tempojunto.

1 comentário

Deixe sua opinião

+ Deixe seu comentário