10 brincadeiras para pai e filhos


Volta e meia a gente recebe comentários de leitores do Tempojunto pedindo dicas de como ajudar os pais a serem mais brincantes com as suas crianças. Alguns homens assumem o papel de provedor e acabam sem vontade, tempo ou capacidade de brincar com seus filhos. No entanto o papel do pai na brincadeira é fundamental.

O afeto do pai é tão importante quanto o da mãe e a brincadeira é uma das formas de se demonstrar este afeto e construir um vínculo que vai para a vida toda. Por isso, o post de inspiração de hoje vem com 10 brincadeiras para pai e filhos. Coisas simples para ajudar o papai que anda com dificuldade de conseguir incorporar a brincadeira na sua rotina.

Mas do que o pai pode brincar?

Para os pais que precisam de ajuda, aí vai uma lista de atividades que meu marido e o da Patcamargo fazem com as nossas crianças e ainda uma série de sugestões que recebemos nas entrevistas que fizemos com outros pais brincantes ao longo do tempo.

1. Contar histórias

Um bom ponto de partida é separar uma hora do dia para contar histórias. O meu marido reveza lendo livros, contando histórias clássicas ou mesmo inventando as suas (eu e ele adoramos).  Uma dica é escolher um livro que tenha vários contos e ir lendo uma história por dia. No post Dica de leitura: Fábula para Sonhar eu descrevo um pouco mais sobre esta rotina.

fabula para sonhar

2. Jogos de tabuleiro

Outra daqui de casa são os jogos em geral. Desde o jogo da velha e porrinha no restaurante, até os jogos de tabuleiro como o Scotland Yard, é o pai quem explica estratégias de jogo e faz a Carol (e em breve a Gabi) pensarem em como não depender apenas da sorte para ganhar.

jogos em família - Carol brincando do jogo Scotland Yard

3. Andar no pé

Da casa da Patcamargo vem outros dois exemplos. O primeiro é uma brincadeira muito simples e fácil de fazer: andar nos pés. O pai dá a mão para a criança e pede para ela subir nos seus pés. A ideia é que eles andem juntos desta forma, para todos os lados. Tem outras brincadeiras interessantes em que o papai pode se inspirar no post Só mais 10 minutinhos: mais 10 atividades. 

2011-04-18 01

4. Álbum de figurinhas

O segundo exemplo é o do álbum de figurinhas. Ter um hobby como o de colecionar figurinhas e conversar a partir daí é uma excelente maneira de passar tempo junto de qualidade. A paixão do Henrique pelos dinossauros veio daí.

Completando o album

5. Quebra-cabeça

Brincar de quebra-cabeça é outra dica boa, porque funciona com crianças muito pequenas e depois com os mais velhos. Neste caso, quando os jogos passam a ter mais peças uma dica é separar uma bandeja para colocar as peças encaixadas e assim ir montando aos poucos, em diferentes cômodos da casa.

A hora de começar a brincar de quebra cabeças com os pequenos - segundo quebra cabeça

6.  Parquinho

Outra maneira ótima de conectar pais que têm dificuldade de brincar com os filhos é o tempo no parquinho. Empurrar o balanço, acompanhar a subida do trepa trepa ou simplesmente observar a natureza são alguns dos exemplos do pode ser feito no tempo ao ar livre com as crianças.

Pai de 3 - o dia em que eu voltei a brincar - gira gira

7. Brincadeira de mãos

O Alexandre de Mayor é um fisioterapeuta, amigo de longos anos, que deu um lindo depoimento para o Tempojunto monstrando o quanto brincar com os filhos é importante para a saúde física e mental dos adultos também. A gente pode até não se lembrar, mas a criança que a gente foi está escondida em algum canto dentro de nós. Vem dele a dica de aproveitar o tempo junto em lugares inusitados, como o restaurante, para fazer brincadeira de mãos.

8. Piadas e adivinhas

Para o pai que nunca tem tempo, o recurso de contar piadas ou adivinhas é excelente porque é uma brincadeira rapidinha que pode ser feita em qualquer lugar: no engarrafamento, na hora da refeição, na sala de espera do médico, e por aí vai. Ele pode contar o que lembra de cabeça, pesquisar na internet ou recorrer a algum dos livros de piadas para crianças que existem no mercado.

Piadas de rachar o bico

9. Fazer cabana

Está para nascer a criança que não gosta de brincar numa cabana na sala. E se o papai assumisse a tarefa de montar a cabana? Para ajudar temos o post 10 maneiras de fazer uma cabana em casa para ajudar.

10 maneiras de fazer uma cabana em casa - capa 02

10. Praticar atividades físicas

Caio Dervage, pai da Clara e do Rafael, é preparador físico e deu uma verdadeira aula de como conseguir usar os recursos disponíveis para promover e prática de atividades físicas, com direito a tabela e tudo. Olha que legal:

“O ponto inicial foi fazer um cronograma participativo (eu e ele) partindo da nossa realidade. Pensamos em quais materiais tínhamos disponíveis, que ambientes e espaços poderíamos utilizar e o que poderíamos criar”, conta. O resultado inicial foi este:

Materiais: Bola, bicicleta, skate, pião e corda.
Ambientes/ Espaços: Área de Lazer do condomínio, rua e praças.

“Partindo destes dados, organizamos as atividades com uma tabela”, explicou.

Brincadeiras entre pais e filhos - Tabela de atividades

Achei muito legal! O depoimento completo do Caio está no post Brincadeiras entre pais e filhos: a agenda do papai Caio.

Se quiser se inspirar ainda mais, leia algumas das entrevistas que  o Tempojunto andou fazendo com alguns pais que encontraram o seu jeito de incorporar a brincadeira com os filhos no dia-a-dia. Tem muita dica bacana por lá.

Pai de menina de mil alegrias – entrevista com Carlos Castelo

Pai de 3 – o dia em que eu voltei a brincar

Pai de menina: o valor de ser pai e do tempo com as filhas – Carlos Loureiro 

 Toda sexta-feira tem um tema diferente para inspirar o seu final de semana com as crianças. Se não quiser perder nada,   inscreva-se na nossa turma da Newsletter. Semanalmente, informamos todas as novidades do Tempojunto por e-mail.

2 Comentários

Deixe sua opinião

+ Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.