10 brinquedos indicados para bebês de 0 a 12 meses


By patcamargo

Oi, aqui é a Patcamargo. A cada 15 dias, sempre às quintas-feiras, nós deixamos de publicar uma dica de brincadeira para falar com você sobre o brincar e como ele pode te ajudar no dia a dia com seus filhos. São dicas para ter mais tempo disponível, para observar seu filho na hora da brincadeira e como aproveitar a ludicidade a seu favor e à favor do relacionamento com as crianças.

No post mais recente, fizemos um raio-x sobre os tipos de brinquedos ideais para cada faixa etária. Desta vez, nos aprofundamos nos brinquedos indicados para bebês. Acompanhe:

Um dos posts fazem sucesso aqui foi o que ajuda pais e mães a montar uma área de brincar para os seus bebês. A gente fica ansioso em saber como ajudar a desenvolver os filhos, mas muitas vezes faltam informações sobre quais os brinquedos ideais para cada fase.

Eu fiz uma boa pesquisa sobre o assunto e reuni uma lista com os 10 brinquedos que devem existir na área de brincar de um bebê de no seu primeiro ano de vida. Todos eles funcionaram muito bem como a minha filha Gabriela e foram os recursos que utilizei para fazer várias brincadeiras que estão no blog. Se você quiser dar uma olhada em como usar os brinquedos propostos nas atividades com seu bebê, pode começar lendo o post “10 brincadeiras para bebês de 0 a 6 meses” ou “10 brincadeiras para bebês de 6 a 12 meses” ou ainda 10 brincadeiras para bebês de 12 a 18 meses.

10 brinquedos indicados para bebês de 0 a 12 meses - brinquedos

Chocalhos

Eles podem ser usados desde cedo já que um dos primeiros sentidos que os bebês desenvolvem para entender o mundo é a audição. É mágico ver que basta balançar um chocalho ao lado da cabeça do neném de 1 mês, perto do ouvido, para ele se virar em direção ao som. Depois, o chocalho se torna um dos primeiros objetos que o bebê consegue agarrar. A partir desta conquista, mais um universo de brincadeiras são possíveis.

Bolas

O ideal é ter bolas de diferentes texturas, tamanhos e pesos para estimular o tato e os movimentos. Com elas, você vai poder fazer uma série de atividades, que vão ganhando mais complexidade ao longo do tempo. Você pode, por exemplo, rolar a bola na frente do bebê de bruços para que ele fique entretido na posição ao mesmo tempo em que fortalece o pescoço (fundamental para as etapas de sentar e engatinhar que virão pela frente). Pode colocar a bola perto das mãos e dos pés do bebê e observar sua reação quando ele se mexe e com isso provoca o deslocamento da bola. Quando o bebê começar a engatinhar, ele vai achar divertido ir atrás da bola. Tudo fica ainda melhor quando ele aprende a usar a bola completamente, ou seja, quando ele adquire as habilidades de pegar, soltar, jogar, rolar…

Jogo de Encaixar Formas

Esse tipo de jogo desenvolve a relação problema-solução e causa-efeito. Vai demorar um pouco para o bebê ter a habilidade de realmente saber encaixar um objeto 3D nos buracos corretos, mas tem uma série de conceitos que você pode trabalhar também, como cheio e vazio, dentro e fora, pegar e soltar.

Blocos de Montar

As crianças adoram montar, derrubar, alinhar, separar, construir com blocos. As atividades com esse material permitem aprender uma série de princípios fundamentais como estabilidade, peso, simetria. Quando eles possuem cores, também podemos trabalhar a questão de separar e organizar em função das cores. Os blocos estimulam a criatividade e também ajudam a fortalecer dedos e as mãos das crianças.

Bonecas e bichos

Bonecas e bichos de pano (eu evito pelúcia por conta da poeira e possíveis alergias) são fundamentais. Com eles a gente inventa histórias, fala sobre sentimentos (a boneca está feliz!), ensina verbos (sentar, pular) e partes do corpo (cadê o pé?). E ainda, o que é mais básico, incentiva a imaginação. Quando simula situações, as crianças aprendem como funciona o mundo e entedem as regras do convívio social.

Carrinhos ou brinquedos com rodas

Quanto mais os bebês aprendem a se deslocar, mais eles gostam de brinquedos com rodinhas, que se mexem com ele. Você pode empurrar o carrinho para longe, para incentivar o bebê a ir pegar, ou puxar o carrinho para que o bebê o siga na medida que engatinha. Se encontra obstáculos pelo caminho, o bebê vai ter que achar alternativas, o que é ótimo para desenvolver a questão problema-solução, outra habilidade importante que pode e deve ser trabalhada desde cedo.

Brinquedos com argolas para encaixar

Eu aprendi, com as pesquisas que eu fiz, que ajudar a criança a desenvolver a coordenação olho-mão é muito importante. Esse tipo de brinquedo, com anéis para encaixar, é ótimo para ensinar como objetos podem ser empilhados em função do tamanho, do maior para o menor (e no caso desse palhacinho de madeira, do menor para o maior também). Com o fato dos anéis terem tamanhos graduados, você vai poder falar também de conceitos como baixo e cima, pequeno e grande. Além de poder trabalhar a questão das cores.

Instrumentos Musicais

Nunca é cedo demais para iniciar as crianças no universo da música. E tocar um instrumento, mesmo que de brinquedo, gera encantamento e excitação. Tambor, chocalho, piano, xilofone, pode escolher a vontade!

Cubos de borracha e de pano

Com os cubos, assim com os blocos, também é possível brincar de montar, derrubar, organizar. Sem falar que os cubos existentes no mercado permitem uma série de outras atividades explorando as figuras e propostas de cada um dos lados.

Livros

Aproveite para incentivar a leitura desde cedo!

Bom, essa foi a nossa sugestão de atividade de hoje. Espero que você tenha gostado. Se sim, aproveite para conhecer nosso e-book gratuito Como Montar uma Área de Brincarpara Bebês. Você vai conhecer outras sugestões para criar na sua casa um espaço para seu filho brincar inspirado na filosofia Montessoriana.

+ There are no comments

Add yours