Uma brincadeira de ciências que surpreende pais e filhos


Meus filhos estão em uma idade em que a ciência encanta. Muito mais pelo empirismo e descoberta, que pelas teorias aprendidas nos livros. Eu acho que é assim com a maioria das crianças: quando a matéria de ciências é a mais lega da escola.

Isso porque é possível “ver”, experimentar, testar, descobrir os efeitos de uma teoria física ou química, quase como se fosse numa brincadeira de mágica. E eu tiro proveito mesmo disso e volta e meia estou propondo aos meus filhos alguma experiência brincante. É uma ótima forma de conseguir que os irmãos brinquem juntos, conversem, independentemente do gosto de cada um.

Já fizemos juntos, um vulcão em erupção, enchemos balões com vinagre e bicabornato, caneta mágica com filtro de café, entre outras várias que você encontra no blog.

Hoje eu vou contar como foi a experiência do barbante mágico. Até eu duvidava que pudesse funcionar e foi bem legal ver a água escorrer pelo barbante sem “vazar”. Para esta brincadeira de ciências, você precisa de:

Barbante

2 copos descartáveis

Fita adesiva ou grampeador

Água

Corante de alimentos (opcional)

Cano invisível

Para criar a brincadeira, corte um pedaço de barbante e prenda no copo com fita adesiva. O tamanho do barbante é indiferente. Eu costumo fazer menor, com cerca de 3 palmos; mas se seus filhos forem mais velhos, faça um bem compridão, que a brincadeira fica mais divertida. Eu prendi na lateral, mas se você colocar no fundo, a experiência funciona melhor. Outra dica é grampear o barbante no copo, no lugar de prender com adesivo.

Se você quiser fazer realmente uma surpresa para seus filhos, deixe tudo preparado antes. No meu caso, eles estavam super animados e participaram da produção também do experimento.

Depois de prender o barbante, coloque água num dos copos.

Molhe o barbante na própria água do copo. Esta parte é bem importante para a experiência funcionar. O barbante precisa ficar bem molhado.

Você pode molhá-lo antes de prender no copo também.

Ciência tem erros e acertos

Aqui vem outra dica: eu coloquei corante na água porque ficaria mais fácil para fotografar e você ver o efeito aqui no post. Mas te aconselho a começar só com água na primeira vez, até vocês pegarem o jeito de passar a água de um copo ao outro. Especialmente se seus filhos forem menores que 5 anos. (risos) Faz menos sujeira!

Agora está tudo pronto. Peça para seu filho segurar o copo que está vazio, enquanto você vira o outro copo, esticando o barbante na diagonal. O segredo é mirar bem a saída da água do copo no fio do barbante. Da primeira vez não funcionou muito bem em casa. A gente riu à beça, molhamos o lençol de brincar que eu estava usando e, claro, como todo bom cientista, testamos de novo, até dar certo.

Da segunda vez, eu já peguei o jeitinho e deu certo! A água supreendentemente passa pelo barbante sem pingar ou escorrer para fora!

Logo que viram funcionando, meus filhos quiseram testar. E foi simples para eles acertarem também.

Coesão e adesão

Este efeito de barbante mágico ou de cano invisível acontece porque há duas forças físicas, propriedades da água, atuando. A de adesão, que faz a água “grudar” e passar pelo barbante, e a de coesão, que mantém todas as moléculas de água unidas.

Explicando melhor esta brincadeira de ciências, para você contar a seu filho, se ele já estiver na idade de compreender tecnicamente a física.

As moléculas de água estão unidas através das pontes de hidrogênio. Essa união
entre as moléculas é chamada de coesão.

Coesão é a capacidade que uma substância tem de permanecer unida, resistindo
à separação. Podemos observar essa coesão em uma gota de água sobre uma superfície,
formando uma espécie de película resistente, pois as moléculas estão fortemente
aderidas umas às outras.

Além das forças de coesão, a água também pode se aderir à outras moléculas.
Isso pode ocorrer graças à sua polaridade. A água tende a atrair e ser atraída por outras
moléculas polares. Essa atração entre as moléculas de água e outras moléculas polares é
chamada de adesão. Veja mais sobre esta explicação aqui.

Legal, né? Confesso que se eu aprendi isso na escola, já tinha esquecido. Mas acho que com esta brincadeira, eu vou lembrar direitinho!

Toda semana, eu escrevo sobre brincadeiras que faço com meus filhos e que proporcionam um tempo muito legal com eles juntos. Se você não quer perder nossas aventuras, inscreva-se na Newsletter do Tempojunto. É gratuita e você recebe semanalmente um e-mail com nossas novidades.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.