Você no Tempojunto: ideias e rotinas que vão mudar seu dia a dia


Neste ano nós quisemos aproximar um pouco mais o Tempojunto de vocês. Afinal, tem tanta gente bacana que nos acompanha, aproveita nossas ideias com os filhos, tem suas próprias sugestões de brincadeiras e faz um mundo mais brincante junto conosco. Você pode duvidar, mas eu e a Patricia Marinho lemos todos os comentários, mensagens e dicas que vocês nos mandam e é um prazer enorme saber que outras pessoas abraçam a brincadeira como uma forma de ajudar no desenvolvimento dos filhos e construir um vínculo super positivo.

Por isso, convidamos algumas pessoas – aquelas que estão conosco desde os primeiros posts, comentando, mandando fotos, sugestões de brincadeiras e que conseguem incluir a brincadeira no seu dia a dia – para escrever a coluna Você no Tempojunto e contar sua história brincante. Achamos que estes depoimentos seriam inspiradores para todos que nos acompanham e que sentem dificuldade em incluir a brincadeira na rotina.

De Portugal

A Carolina Biasetti Pompeu, por exemplo, é uma destas mães brincantes que abraçam mesmo a proposta e colocam em prática no dia a dia a brincadeira. Cheia de ideias de presentes caseiros e brincadeiras simples para o dia a dia. Ela nos acompanha das terras lusitanas.

Alegria nos pequenos detalhes

A Letícia Glucksmann, que mora em Hortolândia e está conosco desde junho de 2015, tem um talento para transformar papelão e sucata em brinquedos lindos e recheados de detalhes para os filhos brincarem.

Dezenas de brincadeiras para até 2 anos

Ter muito tempo disponível com os filhos pode ser tão complicado quanto ter pouco. Na história de Priscila Peres Horta Bezerra conhecemos a infinidade de brincadeiras que ela cria no seu dia a dia. São tantas, mais tantas, que ficou difícil escolher uma só para explicar aqui no post. Todas para ter o melhor tempo junto com ela.

Exemplos práticos de uma família brincante

A Fernanda Nichii é nossa parceira desde o comecinho do Tempojunto. Numa primeira promoção que fizemos com as pessoas que mais contribuíam com o Tempojunto, ela estava entre as primeiras da lista. Mas não é só por isso que a história dela merece estar aqui no Você no Tempojunto. É porque a família dela tem uma rotina de brincar super legal e com filhos com idades bem diferentes.

Três nunca é demais

Eu tenho três filhos em casa, com uma diferença pequena entre eles. Por isso, o dia a dia da Michelle Lucena é inspirador até prá mim. Ela também está sempre brincando com seus 3 filhos e vai tirando de letra momentos com todos juntos e momentos em que cada um quer fazer uma coisa diferente. Se você tem mais de um filho em casa, te convido a conhecer a história dela.

Um a um também tem seus truques

Se a Michelle interage com três filhos, a Paula Marconi se dedica em tempo integral à Isabella. Se tem gente que acha fácil educar um filho só, melhor pensar direito. A Paula aproveita a brincadeira também para mostrar à sua filha como é importante ter autonomia e gostos próprios. Porque ninguém quer tem um “mimadinho da mamãe” em casa, né?

Tios, avós e padrinhos

A coluna Você no Tempojunto não é só para mamães e pais. Quem não tem filhos, mas tem sobrinhos, afilhados, ou estão com os filhos crescidos e passam um tempo com os netos também tem espaço. Prova disso é a rotina da Osana Barreto, que usa a arte como brincadeira com os sobrinhos e como trabalho com crianças de várias outras famílias.

Brincar é para todos

Eu conheci a Hedrienny por uma foto que ela mandou no Facebook com uma brincadeira de coordenação motora que ela fez com a filha. Até aí, normal. Mas o que eu achei muuuuuito legal, foi que eu não percebi que a Júlia tinha deficiência visual. E a Hedrienny não fez a menor questão de destacar isso quando conversamos pelo Facebook. Isso foi o mais importante: porque a brincadeira tem esta propriedade mágica de fazer com que todas as crianças brinquem. Simples assim. Mas a história da Hedri é mais que inspiradora. Se segundo filho, o Dani, também tem deficiência visual e autismo. E ainda tem o fofo do Pedro, de 1 ano e meio, que completa o time. Quer ver como ela conduz a rotina e onde a brincadeira se encaixa? É só ler sua entrevista.

De mala e cuia

A Daniela Mioti tem um segredinho para levar numa boa as várias, muitas viagens que faz com o filho, desde bebê. Eles moram fora do Brasil e além dos passeios nas cidades próximas, eles sempre encaram algumas muitas horas de avião para o Brasil. Por isso, se você também tem o pé na estrada, as dicas dela são excelentes!

Na cozinha com seu filho

Para completar, nada como uma história que colocasse a brincadeira também na hora da cozinha. Por isso, convidei a Jessica Leonetti para escrever sobre seu dia a dia com o Miguel. Ela é nutricionista e por isso os momentos na cozinha são o tempo junto com o filho. Além do seu depoimento, a Jéssica ensina a fazer uns biscoitinhos que são ótimos para uma tarde com as crianças em casa.

Bom, estas foram as queridas que estiveram com você durante este ano de 2017. Mas 2018 está aí e eu quero continuar recebendo e publicando histórias tão legais e inspiradoras de gente brincante. Que tal você me mandar a sua? Escreva para mim patcamargo@tempojunto.com. Vale ser pai, mãe, avó, tia, padrinho, cuidador. Conte sua experiência de brincar prá gente. Com certeza seu exemplo vai ajudar muitas outras famílias!

+ Não existem comentários

Deixe sua opinião