Brincar de fotografar durante um passeio ao aquário


Um dos primeiros posts que a Patricia Marinho publicou aqui, ainda antes de eu estar no Tempojunto, foi uma dica de uma visita a um museu de uma forma brincante. E eu achei muito legal esta forma de revisitar lugares que já fui com as crianças e acrescentar um elemento extra brincante para tornar o passeio ainda melhor.

Já aviso que as fotos deste post não são “bonitas” ou “no padrão”. Mas são lindas para mim. Foram meus filhos que tiraram durante um passeio que fizemos ao Aquário, aqui de São Paulo. Como eles gostam muito da vida animal e marinha, ao menos uma vez no ano vamos ali. Por isso quis fazer algo diferente na nossa mais recente visita.

Esta aí em cima foi a primeira foto do meu filho mais velho, o Pocoyo, que tem 8 anos. A proposta que fiz para eles era que eu emprestaria meu celular e eles criariam retratos dos animais que mais gostavam de encontrar no Aquário.

Autocontrole “de mim mesma”

Acho que o mais difícil nesta brincadeira é deixá-los realmente livres para fotografar, sem ficar dando palpites. “Olha filha! Você gosta deste”. E cada vez eu me segurava para evitar estas frases.

Minha filha do meio, a Cururuca, de 6 anos, curte peixes do tipo de aquário de casa. E ela caprichou nos closes. Eu fiquei observando a paciência dela esperando o momento certo de fazer o clique. Olha aqui os outros retratos dela:

Sabe o que mais acontece com este tipo de brincar? Você observa e descobre preferências, jeitos dos seus filhos. Eles são pacientes? Fotografam correndo? Olham tudo antes para escolher o que preferem? Têm dúvidas? Se divertem?

Preservar as diferenças

A foto acima é da minha caçula, a Potcho, de 6 anos, que normalmente se encanta com unicórnios, borboletas, coisinhas fofinhas. Vê se tubarão era o que eu imaginaria que ela clicasse? Esta foi a diversão da brincadeira para mim: respeitar as diferenças entre os meus filhos e nos diferentes momentos que eles estão.

Só para manter o equilíbrio, aqui estão as outras fotos do meu filho, há muito tempo fascinado por répteis, cobras, dinossauros e afins.

Que tal a dica? Uma brincadeira simples, que traz uma diversão a mais e muda o jeito de conhecer lugares novos ou revisitar o que a família mais gosta. Se você quer outras dicas legais, é só se inscrever gratuitamente na nossa Newsletter. Toda a semana você recebe um e-mail com os posts que publicamos aqui e outras novidades.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.