#LivreParaDescobrir em lugares que você nem imagina


Hoje é dia do último post da série especial que criamos, em parceria com OMO, para a Semana Mundial do Brincar. Ao longo da Semana, mostramos como podemos fazer da casa, da pracinha, do quintal e de espaços quase nunca aproveitados, como corredor e área de serviço, lugares estimulantes para deixar a criançada #LivreParaDescobrir.

Para terminar a série com chave de ouro, e deixar você com vontade de continuar brincando muito, escolhemos mostrar como encantar lugares que você menos espera, como o carro, o restaurante e a sala de espera de um médico.

Qualquer lugar é bom para brincar

Você já passou pela situação de estar com as crianças em algum lugar e não saber o que fazer para distraí-las? Pois um pouco de planejamento e alguns materiais ajudam a fazer do que seria uma situação chata um momento estimulante. É só dar um empurrão para a imaginação das crianças correr solta.

1. Jogo das Emoções

O tempo que a gente fica no restaurante esperando o nosso pedido é uma excelente oportunidade de estabelecer vínculo com as crianças. Uma sugestão de atividade para esse momento é o Jogo das Emoções.
Funciona assim: os participantes desenham círculos na mesa e depois cada um escolhe uma emoção. A atividade vai ser observar como as crianças escolhem e registram as suas emoções. É um jeito ótimo de ver como as crianças estão lidando com os seus sentimentos.

emocoes na mesa_brincando

2. Bolsas Divertidas

Você já reparou como americano inventa nome bom para tudo? Pois eles chamam de Busy Bags (algo como Bolsas para Ocupar) os sacos com materiais diversos que levam para deixar as crianças brincando nos mais diferentes lugares.

Eu sempre carrego uma! Para a Gabi levo massinha, fita-crepe, livrinhos, post-it, carrinhos e bonecos pequenos. Conto com mais detalhes no post Como sobreviver a uma viagem longa com crianças.

Como sobreviver a uma viagem longa com as crianças - busy bag 2 copia

 

Para crianças de 3 a 6 anos, leve alguns dedoches e tenha um tempão de diversão garantida. Adesivos também costumam fazer sucesso entre os pequenos. E por que não um jogo, como o do Mico? Sempre inclua lápis grafite, borracha e canetas de diferentes cores.

Para os maiores, recomendo  papel para fazer origami, canetas hidrocor, um fio de lã para fazer cama de gato e até um pouco de massinha, que sempre vira coisas incríveis com as crianças.

3. Jogos Verbais

Mas suponha que você esteja em um restaurante ou na sala de espera de um médico e não haja nenhum objeto lúdico para distrair. Essa é uma boa hora para apostar nos jogos verbais. Por exemplo, você começa uma história e a criança termina.

Outra ideia é simplesmente elaborar perguntas interessantes e fazer da conversa um momento de descobertas. Olhe alguns exemplos de perguntas quebra-gelo:

. Qual é o brinquedo mais bobo do mundo?
. O que você tem vontade de aprender a fazer?
. Qual é a melhor maneira de passar a tarde de um domingo de chuva?
. Qual é a sua melhor lembrança das últimas férias?

4. Jogo do Alfabeto

Taí uma brincadeira que a Carol a-do-ra: o Jogo do Alfabeto. A criança que está no carro precisa olhar para o lado de fora e encontrar uma palavra que comece com cada letra do alfabeto.

Semana mundial do brincar - lugares diferentes - jogo da alfabeto - #livreparadescobr

Se as crianças ainda não sabem ler, podem fazer o mesmo com as cores. Você fala “Quem acha alguma coisa amarela?” e a as deixa descobrir!

5. Jogo das Placas

Este jogo foi ideia do meu marido (sim, os papais também podem e devem ser criativos). A gente estava num megaengarrafamento quando ele falou “vamos inventar frases com as iniciais das placas?”.

Por exemplo, se a placa é LSO3439 a gente usa o L, o S e O para falar “Luiz sorriu ontem” ou “Laura salva ornitorrincos”.

A Carol embarcou tanto, mas tanto na brincadeira, que na hora em que o pai pediu uma frase para a placa que começava com FUR, ela não pensou duas vezes e mandou “Já sei. Fred uivou Raul!”. Com direito a bico e tudo na hora do Rauuuuuul.

#livreparadescobrir - Semana mundial do brincar - lugares diferentes - jogo da placa

Este post e os demais que publicamos nesta Semana têm o apoio de OMO. Espero que as dicas desta semana ajudem a você a priorizar o brincar livre das suas crianças.

A gente sempre defendeu que brincar e se sujar fazem parte de uma infância saudável e, por isso, a causa da marca tem tudo a ver com o Tempojunto. Além disso, #livreparadescobrir o mundo, a vida e as coisas por meio da brincadeira é o que tem de melhor para as crianças, não acha?

 

Curtiu este post? Você sabia que pode receber nossas dicas direto no seu e-mail? É só fazer parte da nossa lista. Além das ideias da semana, as novidades do Tempojunto chegam primeiro por lá. É só clicar e se inscrever.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.