Entrevista especial: Estela Renner fala sobre o incrível O Começo da Vida


Para quem desconhece, eu (a Patcamargo) sou jornalista. E uma das regras de ouro do jornalismo é utilizarmos poucos adjetivos e nunca nos títulos das matérias. Mas no caso do filme O Começo da Vida foi impossível. Sua estreia, nesta quinta-feira, 5 de maio foi seguida de muitos elogios de crítica. Aliás, antes mesmo da pré-estreia a imprensa já falava muito bem do trabalho. E com razão. E até amanhã, dia 8 de maio, todas as sessões do filme estão com entrada gratuita. Então, se você puder assistir é uma ótima pedida.

Entrevista especial - Estela Renner fala sobre o incrível O Começo da Vida - estela_crianca_japao

Em formato documentário, O Começo da Vida traz depoimentos colhidos em nove países, de especialistas em desenvolvimento infantil, a economistas e famílias comuns, como eu e você. O enredo costura o pensamento de pessoas em condições pobríssimas de vida, artistas, cientistas sobre o que realmente importa nesta etapa do início da vida aos 6 anos. E, incrivelmente, a conclusão é única: olhar de verdade para as crianças nesta fase e entender a importância do amor e dedicação no começo da vida é a receita para uma sociedade melhor.

Como amanhã é dia das mães, escolhi este trailer para você conhecer o filme

“Quando você dá atenção ao começo da história, ela pode mudar por inteiro”. É esta ideia que inspira o documentário e quem afirma é a diretora Estela Renner (que também dirigiu os filmes Muito Além do Peso e Criança, a Alma do Negócio), com quem tivemos o enorme prazer de conversar.

Pausa e mais um pedacinho do filme para você ficar com água na boca.

Um mundão para além da mãe

Uma das coisas legais que a equipe da Maria Farinha conseguiu foi dar um tom delicado e leve para temas que são duros por sua natureza. E mesmo assim, o filme mantém seu objetivo claro de nos chacoalhar para a realidade que está ao nosso alcance: olhar para o desenvolvimento da criança a partir do ambiente que a cerca. Isso independe se você esta no Brasil, na Argentina, nos Estados Unidos, no Canadá, na Índia, China, Itália, França ou Quênia. Há um mundo muito além da mãe que faz parte da formação desta vida.

Este apresentação do mundo é mostrado no filme como parte fundamental do papel do pai no seu relacionamento com seus filhos. Há uma história contada no longa, por exemplo, que nos faz refletir sobre como a sociedade enxerga o homem que decide ser pai em tempo integral. Já pensou nisso?

Entrevista especial - Estela Renner fala sobre o incrível O Começo da VidaO Começo da Vida_Pai_ Filha_Brincando

O filme será exibido em universidades fora do país, como Harvard e Columbia; será apresentado em todos os escritórios da Unicef no mundo e ficará disponível, com legendas em 22 idiomas, pela Netflix, pelo Itunes e pela Videocamp. Neste último, é possível organizar uma exibição para, no mínimo 5 pessoas, em qualquer lugar. No Brasil, além do circuito comercial de todas as capitais, ele será exibido em 2 mil municípios e em diversos pontos da Amazônia.

A Maria Farinha, produtora do filme que pertence ao Instituto Alana, preparou 80 clipes para serem distribuídos pela internet. Com o abundante material dos três anos de pesquisas, foi também montada uma série com seis episódios, ainda sem data de transmissão nem canal certo. O objetivo é que a série se aprofunde em alguns dos pontos tratados no longa.

Entrevista especial- Estela Renner fala sobre o incrível O Começo da Vida - pats e estela

Fizemos uma entrevista muito legal com a Estela Renner, diretora do filme. Conversamos sobre a escolha do tema principal abordado no longa, as mudanças na vida da Estela, como ela vê a brincadeira, tanto no enredo do “O Começo da Vida”, quando em sua vida pessoal (ela tem três filhos). Só assistindo para você entender a paixão de Estela pelo assunto.

Sempre temos por aqui no Tempojunto uma entrevista especial com alguém que fala sobre a importância da brincadeira para o desenvolvimento da criança. Se você não quer perder nenhuma delas, ou se você quer ideias incríveis de brincadeiras para fazer com seu filho em qualquer situação, inscreva-se na nossa newsletter. É gratuito e a gente se fala somente uma vez por semana para você não ficar chateado.

+ Não existem comentários

Deixe sua opinião