Brincadeira 2 em 1 para bebês: sensorial e com estímulo para ficar de bruços


E estamos em mais uma quinta-feira em que falamos sobre brincadeiras com bebês. A atividade de hoje eu (Patcamargo) fiz com a ajuda do Bernardo, que na época estava com 4 meses. E foi muito bom vê-lo animado, se divertindo e descobrindo novas sensações enquanto praticava ficar de bruços.

Um dos primeiros desafios do bebê é conseguir ficar confortavelmente de bruços, sustentando a cabeça. Esta posição pode parecer incômoda a princípio, mas é muito importante para que seu filho caminhe, posteriormente, para desenvolver o engatinhar. Além disso, conseguindo manter a cabeça erguida, ele fortalece os músculos do pescoço, permitindo que ele consiga não se sufocar por exemplo, se ficar nesta posição e não conseguir desvirar.

Há bebês que reclamam de estar com a barriga para baixo, então, nada melhor que desviar a atenção dele, proporcionando brincadeiras que sejam bem estimulantes, como esta, usando uma bola de exercícios. No caso do Bernardo, fizemos uma brincadeira sensorial e com estímulo para ficar de bruços. Você vai precisar de um saquinho destes de acondicionar alimentos, gelo, uma fita adesiva larga e resistente. Nas fotos você vai perceber que a Patricia Piccoli, mãe do Bernardo, usou um edredom no chão, o que também aumenta o exercício do deslocamento.

Colocamos o gelo no saquinho, fechamos bem com a fita adesiva e com ela mesma prendemos o saquinho no chão, bem próximo a uma das extremidades do edredom. Então, chegou o Bernardo. De bruços.

Brincadeira sensorial e com estimulo para ficar de brucos - bernardo deitado

No começo ele precisou de um incentivo da Pat para perceber que havia alguma coisa de diferente a ser explorada.

Brincadeira sensorial e com estimulo para ficar de brucos - bernardo pegando o saco de gelo

Mas foi só o início. Logo ele alcançou o saquinho e passou a brincar e perceber todas as sensações: da temperatura, do tamanho e formato das pedras de gelo, do fato de elas escorregarem e ele não conseguir segurá-las como gostaria e até do barulho que as pedras faziam ao baterem umas nas outras. Olha quantas descobertas!

Brincadeira sensorial e com estimulo para ficar de brucos - bernardo brincando com o gelo

O legal nesta fase é que os bebês não sentem somente com as mãos, mas exploram todos os sentidos o máximo que podem. Isso inclui o paladar. A língua é um órgão muito sensível e o Bernardo não se fez de rogado provando o brinquedo novo.

Brincadeira sensorial e com estimulo para ficar de brucos - bernardo chupando gelo

E no final, ele ficou tanto tempo de bruços e com a cabeça erguida sem perceber que foi um exercício e tanto e nós é quem tivemos que trocar de brincadeira para não forçar demais.

O que achou desta sugestão? A gente sempre tem mais e mais sugestões para você brincar com seu bebê nas mais diversas etapas do desenvolvimento. Se você quer acompanhar tudo, inscreva-se na Newsletter do Tempojunto. É gratuito e você recebe semanalmente nossas novidades.

4 Comments

Comente
  1. 1
    Valquiria

    Adorei sei blog e todas as dicas, parabéns pelo lindo trabalho de nós informar e incentivar a brincar com nossos filhos desde cedo. Agora fiquei com uma dúvida, por quanto tempo o bebê pode ficar brincando nessa posição sem força demais??

    • 2
      Patrícia Marinho

      Oi Valquiria,
      Que bom que você gostou! Obrigada pelos elogios!
      Olha, não somos especialistas, mas a experiência nos mostra que a criança pode ficar de bruços o tempo em que ela ficar tranquila na posição. Ela vai dar sinais claros de quando o interesse pela atividade acabou ou ela está com algum desconforto. O tempo que leva para isso acontecer varia de criança para criança.
      Beijos,
      Patrícia

+ Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.