Faça um primeiro natal mágico para o seu bebê.

Faça um primeiro natal mágico para o seu bebê.


Não sei se você faz isso também, mas volta e meia eu me vejo perguntando do que eu realmente me lembro quando o assunto é a minha infância. A resposta é que, mais do que de brinquedos, eu me lembro de momentos, de histórias. Da música que a gente sempre cantava no carro quando estávamos viajando, por exemplo. Talvez seja por isso que para mim é tão importante criar tradições de família. São ações que aprendemos com nossos pais e que reproduzimos ao longo do tempo como referência de quem somos. Aqui em casa já temos várias, mas nada melhor do que aproveitar o primeiro Natal da Gabi para criar novas tradições que ajudarão a criar memórias que ficarão na história na família para sempre.

Muito inspirada neste post aqui do blog Rainy Day Mum, a ideia de fazer um primeiro natal mágico começa com uma relação de possibilidades de ações que podem virar uma tradição. No post eles dão 10 ideias de tradições que podem ser criadas, como fazer a própria meia, onde serão colocados os presentes, ou  deixar evidências da visita do Papai Noel (como preparar um lanche). Mesmo que a Gabi não se lembre exatamente do que aconteceu nesse primeiro natal, as fotos vão registrando os momentos, ano após ano, e temos parte da história dela contada a partir desses momentos.

Que tal você também criar as suas tradições? Aí vão as minhas sugestões, baseadas nos meus planos para a minha casa.

1. Transforme a montagem da árvore de Natal numa festa.

Eu e meu marido amamos decoração de Natal. Por isso, quando a Carol nasceu a gente fez questão de investir numa árvore enorme, cheia de enfeites. Não só porque o efeito final fica lindo, mas porque o ritual de montagem dessa árvore, que leva o dia inteiro, faz a família toda passar um dia junta e conversando sobre o ano que tivemos, todo que de bom aconteceu (e pelo que devemos agradecer), e imaginar planos para o futuro. Você pode escolher um dia fixo para montar (último final de semana de novembro) e o dia de desmontar (Dia de Reis).

 

Essa é a minha árvore antes de ser montada

Essa é a minha árvore antes de ser montada

 

 

Desde o primeiro ano de montagem desta árvore temos o costume de fazer brincadeiras com os enfeites

Desde o primeiro ano de montagem desta árvore temos o costume de fazer brincadeiras com os enfeites

A Carol quis até pegar a sua "ferramenta" para ajudar a montar também ;)

A Carol quis até pegar a sua “ferramenta” para ajudar a montar também ;)

Impossível montar sem esta ajudante

Impossível montar sem esta ajudante

É sempre o papai quem coloca o boneco de neve no topo.

É sempre o papai quem coloca o boneco de neve no topo.

 

2. Tire foto com o Papai Noel.

Taí uma coisa que fizemos muito pouco com a Carol, mas que eu gostaria de fazer mais com a Gabi, até para registrar o crescimento dela ano após ano.

Carol e o papai noel

3. Faça um enfeite para a árvore.

Ontem nós fizemos um post só com ideias de como criar em casa enfeites para a árvore, você já viu? Minha sugestão fazer um enfeite diferente por ano, colocando a data e o nome da(s) criança(s), e assim começar uma coleção de enfeites que vai ganhando novos elementos conforme elas crescem.

4. Escreva a carta para o Papai Noel.

Que tal escolher um dia do mês para fazer a redação da carta? E que tal falar para a criança pensar no que ela quer para a vida, além de um presente? Eu faço assim aqui e  e vou pedir a ajuda da Carol para fazermos a mesma coisa com relação a carta da Gabi. Será nossa tarefa juntas o que a Gabi ela gostaria de ganhar para que o Papai Noel não a deixe sem presente este ano.

5. Faça uma doação de brinquedos

A rigor a Carol ganha  brinquedos em 3 ocasiões do ano: no aniversário, no Dia das Crianças e no Natal. Lógico que de vez em quando tem uma exceção, mas se ela quer um brinquedo, ela sabe que vai ter que esperar até um das oportunidades para ganhar. Aí temos a seguinte tradição: se vai entrar brinquedo novo, alguma coisa tem que sair para alegrar a vida de outras crianças. Não vou dizer que é fácil, mas como eu acho fundamental que as minhas filhas tenham o consumo consciente e a solidariedade entre os seus valores, é parte do processo usar o Natal para fazer uma reflexão sobre os brinquedos que pode ser doados porque mais vale promover um natal feliz para uma criança carente do que ficar dentro do armário.

6. Faça uma contagem regressiva usando um Calendário do Advento.

Existem várias formas de seguir esta tradição. A Patrícia Camargo, por exemplo, me contou que na casa dela, tudo começa com o início da decoração da casa, que coincide com o primeiro domingo do Advento (este ano em 28/11). Ela sempre vai decorando um pouco por vez, para ter aquela antecipação de preparação da casa para a festa de aniversário de Jesus.

Para fazer a contagem regressiva, ela usa um calendário em papel que vai seguindo os dias do Advento até a véspera de Natal. As crianças abrem uma portinha por dia e como na portinha tem uma imagem, ela com combina, junto com os filhos, que atividade vai fazer, conforme o desenho que apareceu. O desenho de porta, por exemplo, pode significar que ela vai convidar alguém para nos visitar; também pode ser que iremos à casa de alguém para levar uma lembrança de Natal. O desenho do anjo com a trombeta significa que será a noite de cantoria de Natal em casa; o desenho do Rei Mago com o presente para o menino, pode significar que está na hora de montar as sacolinhas das crianças carentes que fazemos todo ano, e assim por diante.
Calendario do advento da Pat Camargo
Já eu, tinha um calendário do Advento com janelas, mas acabei comprando um novo, de outro estilo, justamente porque a Gabi nasceu e eu queria começar uma contagem regressiva diferente por conta dela. A história deste calendário vai ser mais bem contada no post que vamos fazer na semana que vem sobre as dicas de presentes baseados nos nossos achados da Feira Baby Bum de São Paulo.

7. Monte uma sacola para Crianças Carentes

Além da doação de brinquedos, que tal sair para comprar presentes para crianças carentes? Tem tanta gente precisando de tanta coisa! Envolva as crianças na tarefa de presentear não apenas os amigos e parentes, mas os desconhecidos que precisam de ajuda.

8. Compre um livro com a História do Natal para ler com as crianças

Taí outra tradição eu e a Patrícia Camargo compartilhamos. No caso dela, ela tem dois livros, um de pop-up e outro de quebra cabeça. Os dois livros ela lê com os filhos nos finais de semana do Advento. O de popup tem peças soltas para montar um presépio – e é este presépio que temos em casa. O de quebra-cabeça as crianças montam juntas.

livros com historia do Natal

9. Assista a filmes de Natal.

Escolha um ou mais filmes de Natal e crie a tradição de assisti-los em família. Que dicas do que assistir? Dá uma lida neste post do Disney Babble que as dicas são ótimas!  Eu, particularmente adoro o Esqueceram de Mim 1 e 2, O Milagre da Rua 34,  e o Expresso Polar.

10. Celebre a noite de Natal.

Quer você tenha ou não uma formação religiosa, que faz do Natal uma festa porque é o aniversário de Jesus, e como tal, deve ser comemorado, o espírito natalino de fraternidade, paz e harmonia merece ser celebrado. Um jeito bem bacana de incluir as crianças deste cedo no espírito natalino é através das músicas que ajudem a dar o clima festivo para noite de Natal. Além das tradicionais, como “Bate o Sino”, a mais cantada aqui em casa é:

“Que seja um Natal Feliz,

Que os anjos digam amém

Que seja um Natal feliz

E um ano novo também”

Como minha família é bem grande, conseguimos transformar o momento de cantar esta música numa farra na noite de Natal. Com direito a estrofe cantada só pelas mulheres, outra só pelos homens, outra pelas crianças e a última todo mundo junto. Tem também o ritual de cantar lento, depois rápido. Ficamos em tempão cantando e dando risadas, enquanto esperamos dar meia noite para ter a ceia e depois a distribuição de presentes.

familia no natal

Ah! Por falar em presentes, aproveite para combinar com a família e com o marido, como vai ser a visita do Papai Noel e a abertura dos presentes, especialmente se este for o primeiro filho. Eu por exemplo, tenho um Natal que se divide em 3 casas, a da minha mãe, a da minha sogra e o do meu sogro. Então o Papai Noel passa na casa onde estivermos dormindo, para o deixar o presente lá. Ele só leva um presente para cada criança da casa. Carol abre este presente assim que acorda. Os demais são abertos em outros momentos. Normalmente eu vou com a sacola de presentes para a casa da minha mãe na noite do dia 25, mas não levo o presente dela. Esse fica para ser aberto depois do almoço do dia 25, na casa da minha sogra. Com isso, temos abertura de presentes aos poucos, em momentos diferentes.

Carol esperando a baertura dos presentes

É isso! Se você tiver alguma tradição de Natal especial na sua família, comente aí. Vou adorar ouvir! E pode ir se preparando porque vamos falar muito de Natal por aqui.

 

4 comentários

Deixe seu comentário
  1. 3
    Maria Isabel Renon

    Adoro Natal e a cada ano em nosso lar criamos uma árvore diferente… Cf o que vivemos durante o ano. No ano que passou fizemos a árvore dos desejos, baseada na árvore da felicidade que havia ganho em agosto no meu aniversário. Essa época é mágica, como os momentos que sucedem em nossas vidas, por isso devemos observar e valorizar cada segundo.

+ E aí, o que você achou?