Livro brincante: A fábrica de brinquedos de Ricardo Girotto

Livro brincante: A fábrica de brinquedos de Ricardo Girotto


Ainda menino, o ilustrador e autor Ricardo Girotto gostava de construir brinquedos a partir da sucata. Conforme foi crescendo, seu currículo se ampliou, tornando-se ilustrador de livros infantis, publicitário e escritor. Mas o “bichinho” do artesão, construtor permaneceu ali.

A princípio como um hobbie, que se tornou um site e finalmente um livro, a Fábrica de Brinquedos é um convite para pais e filhos construírem e passarem um tempo junto incrível.

A fábrica de brinquedos de Ricardo Girotto - livro

A Fábrica é um grande manual de brinquedos feitos com sucata. O livro ensina o passo-a-passo da construção de 12 brinquedos, inspirados em datas comemorativas. O legal dele é que ele mostra, no início, fotos explicativas sobre materiais reciclados, instrumentos e formas de pintar, cortar e inventar objetos. O projeto começou pelo site www.fabricadebrinquedos.com.br que reunia as peças criadas para o suplemento infantil do Diário do Grande ABC. Veja Ricardo mostrando um dos brinquedos feitos para a Fábrica.

E olha o 14 Bis que a Renata Unger, amiga da Patricia Marinho, fez seguindo as indicações do livro.

livros de atividades para animar as férias - avião 14 bis

A impressão que tivemos é que o livro foi feito para crianças mais velhas, com ao menos um pouco de experiência com tesoura, cola e tintas para construir as sugestões do livro. Mas escolas têm buscado a Fábrica para oferecer aos alunos mais novos também, que ainda precisam de uma interação. O próprio Ricardo conta como tem sido o resultado.

Antes da publicação do livro, Ricardo ilustrou durante 14 anos o caderno infantil do Diário do Grande ABC. Antes ainda, ele ganhou seu primeiro emprego como ilustrador no Diário do Povo, de Campinas (cidade a 100 quilômetros da capital SP), em 1987. Isto depois de mandar vários de seus trabalhos para as redações de jornal. Foi assim que começou. “Quando eu era ainda menino, costumava circular por redações de jornais levando debaixo do braço – com o maior cuidado – um maço volumoso de papéis. Eram os meus primeiros trabalhos: diversas ilustrações e algumas estórias em quadrinhos. Onde fosse possível, queria publicá-las.” Dez anos mais tarde, em 1997, Girotto recebia o Prêmio HQMix de Ilustração Infantil pelo trabalho feito para a Coleção Castelo Rá-Tim-Bum, publicada pela Cia. das Letrinhas.

A fábrica de brinquedos de Ricardo Girotto - autor com personagens

A premiação foi também um dos pontos altos da carreira de Ricardo na área de literatura infantil.
“Procuro manter sempre um traço e um visual simples, firme e divertido”. Realmente é possível reconhecer a ilustração característica de Ricardo em seus trabalhos.

Voltando mais uma vez à época do Diarinho do Diário do Grande ABC, por volta de 1993, Ricardo começou a criar os brinquedos, fazendo um passo a passo para o jornal. Esta foi a semente do a Fábrica de Brinquedos. E se depender de Girotto o projeto será uma árvore com muitos frutos. “Minha ideia é ter uma comunidade de crianças brincando a partir do livro, como verdadeiros funcionários da fábrica, com crachá e tudo”, conta. Vamos cruzar os dedos!

Mensalmente conversamos com um autor de livros do universo infantil. Se você não quer perder nenhum destes bate-papos, inscreva-se na Newsletter, que semanalmente você terá todas as novidades do blog.

Categories

+ Nenhum comentário

Deixe seu comentário


E aí, o que você achou?