Brincar de A Palavra na Piscina e estimular o cérebro


Os domingos de estímulo, com sugestões de brincadeiras e atividades que instigam o desenvolvimento das crianças agora veio para as quintas-feiras. Mais precisamente a terceira quinta do mês. Então temos um encontro marcado, tá bem? ;)

Outro dia eu estava na piscina com as crianças e me chamou a atenção uma brincadeira que algumas garotas faziam. Elas estavam dizendo palavras e conforme uma errava elas se aproximavam da borda da piscina.

Brincar de A Palavra na Piscina e estimular o cérebro - meninas na borda

Um erro a mais e tchibum! Quem estava mais pertinho caia na piscina. No início, eu achei que as palavras tinham relação entre si. Como boa repórter fui lá perguntar e elas me contaram como funciona a brincadeira da palavra na piscina.

É bem simples na verdade. Os participantes do jogo ficam alinhados próximo à piscina. Então começam a dizer palavras aleatórias, uma na seqüência da outra. Aquela que titubeasse por alguns segundos a mais, perdia e dava um passo em direção ao mergulho na água.

Brincar de A Palavra na Piscina e estimular o cérebro - menina pulando

Me pareceu fácil demais. Porém, quando eu as observei brincando vi que na verdade dizer palavras – mesmo aleatórias – uma atrás da outra requer concentração e rapidez de raciocínio.

Eu tentei e “deu branco” em vários momentos da brincadeira. Então está aí uma sugestão de atividade para estimular, sem a gente perceber. Além de ser bem divertida.

E como estamos falando de piscina, não esqueça o protetor solar e vale lembrar que nos locais com horário de verão, o ideal é se expor ao sol depois das 17 horas.

Você conhece a nossa Newsletter? Ela é gratuita e traz semanalmente todas as novidades e dicas do Tempojunto.

1 comentário

Deixe sua opinião
  1. 1
    lisandra Veiga

    Lá em casa a gente brinca com minha sobrinha e suas outras priminhas (12, 11 e 9 anos) e uma maneira parecida:
    modelo 1- fazemos perguntas diversas, a que errar é “empurrada” para a água.
    modelo 2- Uma pessoa começa, por exemplo- Agua, (a outra) piscina, (a outra) nadar… ou seja, as palavras devem ter relação com a dita anteriormente… a que pensar demais, cai na água…
    Elas adoram!

+ Deixe seu comentário