Dois jogos que aprendi com a Peppa Pig: sardinhas e sim-não

Dois jogos que aprendi com a Peppa Pig: sardinhas e sim-não


By patcamargo

Meus filhos estão na fase de trocar de personagens preferidos. Já faz tempo que a Galinha Pintadinha foi substituída, e a LadyBug e o Chat Noir andam fazendo a festa por aqui. Mas outro dia, bem cedinho estava com minha caçula vendo Peppa Pig e percebi que eles estavam brincando de dois jogos que até então eu não conhecia.

Resolvi testar em casa com as crianças e as brincadeiras foram um sucesso. Que tal, então, você também se divertir com os jogos de Sardinhas e Sim-não que aprendemos com a Peppa?

Sardinhas

Esta é uma versão bem divertida do Esconde-esconde. Ao contrário desta, no Sardinhas todos precisam se esconder no mesmo lugar. Daí o nome sardinhas. Eu dividi as crianças em times. Um time procurava e outro se escondia apertadinho no mesmo lugar.

1-FOTO-CRIANCAS-NO-CANTINHO-DA-CAMA

Tem uma versão da brincadeira que uma pessoa começa se escondendo e os que forem encontrando o esconderijo, precisam se esconder ali também.

Gente, preciso contar que eu brinquei muito com as crianças aqui, mas a melhor de todas foi quando minha mãe resolveu brincar também. Ela não entendeu muito bem o conceito da brincadeira. Achou fácil demais, porque estávamos dentro de casa e havia poucos lugares para se esconder que coubesse mais de uma pessoa. Então, ela resolveu “radicalizar”. Se escondeu num lugar que nem eu (e muito menos as crianças) conseguia achar.

Resultado, ela ficou um tempaço escondida e quase desistimos da brincadeira rsrsrsrs. Daí, ela começou a fazer uns ruídos esquisitíssimos para denunciar onde estava. Quando eu a encontrei, ri tanto, mas tanto que todo mundo achou rapidinho. Aqui está a foto reproduzindo o tal esconderijo.

2-FOTO-DAS-PESSOAS-ATRAS-DA-PORTA

Esta é a porta da lavandeira. Em geral, eu brinco com as crianças em outros lugares que a lavanderia. Especialmente em dias frios. Sabe quando iríamos lá procurar a vovó Lena espontaneamente? Nunca. Pois é. Rsrsrsrs. Mas, no final, isso deixou a brincadeira mais divertida!

Sim e não

Esta é uma brincadeira de palavras, então não tem foto para ilustrá-la. Particularmente, eu recomendo esta para crianças um pouco mais velhas, a partir de 7 ou 8 anos. O Pocoyo brincou muito mais comigo que as meninas. A Potcho, no final, só ficava balançando a cabeça, muda, para não falar nada. Eu ria muito! E, claro, ela ficava irritadíssima porque eu estava rindo, tadinha.

Bom, deixa eu explicar a brincadeira. Ela é uma conversa. Mas é proibido dizer as palavras “sim” e “não”. Ganha quem ficar mais tempo sem usar estas palavras na conversa. Claro que os outras pessoas tentarão conduzir o rumo da prosa para que alguém diga, sem querer, “sim” ou “não”, usando perguntas por exemplo.

3-sim-nao

Tá aí uma brincadeira que daquelas que podemos usar em qualquer lugar, do ponto de ônibus à fila do supermercado. Da sala de espera do médico ao trânsito ou viagem. E ainda ajudamos a desenvolver o raciocínio, a linguagem e o vocabulário das crianças. Amo brincadeiras versáteis assim!

Espero que estas dicas de brincadeiras ajudem no seu dia a dia com seus filhos. E se você gostou e não quer perder nenhuma novidade, faça parte do nosso grupo da newsletter. É gratuito e você recebe nossas atualizações semanalmente em seu e-mail.

2 comentários

Deixe seu comentário
  1. 1
    Sared

    Obrigado pela dica! Moro em São Francisco do Sul (SC) e hoje está chovendo muito. Descobri vocês por uma matéria no Catraquinha. Tenho uma filha de 3 e outra de quase 8. Hoje vou convidá-las a brincar de esconder e de sim/não. Obrigado, mesmo! Abraços aos papais e mamães!

    • 2
      Patrícia Marinho

      Oi Sared,
      Seja bem-vinda! Espero que você aproveite bastante o Tempojunto! Temos canal no Youtube e perfil no Instagram, Facebook e Pinterest.
      Beijos,
      Patrícia

+ E aí, o que você achou?