Brincadeira para desenvolver o cérebro das crianças pequenas


Brincadeira para desenvolver o cérebro das crianças? Título pomposo esse, né? Pois é na Primeira Infância, período que vai da gestação aos 6 anos, que se formam as bases da arquitetura cerebral, a base na qual as crianças irão desenvolver todas as habilidades necessárias para uma vida adulta sadia.

Mas, péra. Antes de começar a aumentar a culpa pelo tanto de coisa que precisamos saber e fazer como nossos filhos , especialmente quando eles são pequenos, a boa notícia é que a gente consegue ajudar a formar a arquitetura cerebral das crianças de um jeito muito simples: brincando!

Como se dá o desenvolvimento do cérebro das crianças?

A neurociência já definiu 3 conceitos fundamentais para esse processo, segundo o Center on the Developing Child da Harvard University:

1) A arquitetura do cérebro começa a se formar nos primeiros anos de vida e determina como a criança vai aprender, se comportar e sua saúde na vida adulta;

2) Uma relação estável e carinho com um adulto cuidador que saiba interagir e “bater-bola”com a criança, ou seja, que interpreta e responde as manifestações dos pequenos, ajuda a moldar a arquitetura cerebral;

3) O estresse tóxico (falta de cuidado, negligência, violência, abandono) prejudica a formação dessa arquitetura e provoca desequilíbrio físico e mental na vida adulta.

Para quem se interessa em saber mais sobre o assunto, vale a pena assistir esse vídeo da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal.

Pois bem, o cérebro dos pequenos é uma caixinha mágica que se molda a partir dos estímulos que ele recebe. Você pode fazer a sua parte, brincando, para melhorar a qualidade desses estímulos. Um exemplo é ver como uma criança aprende a falar. Quem fica o dia inteiro com cuidadores desatentos, que não conversam com as crianças, demora mais e tem um vocabulário menor do que as crianças que passam o dia com adultos que conversam com elas.

Assim como habilidades específicas como o foco podem ser estimuladas com brincadeiras simples como o “Que música é essa”, que eu explico no vídeo abaixo.

(como se trata de uma brincadeira com o som, fica bem mais fácil explicar com um vídeo do que com um texto)

Conseguiu ver o vídeo? Curtiu este post? Você sabia que pode receber nossas dicas direto no seu e-mail? É só fazer parte da nossa lista. Além das ideias da semana, as novidades do Tempojunto chegam primeiro por lá. É só clicar e se inscrever.

+ There are no comments

Add yours