Brincar de faz de conta e o desenvolvimento geral das crianças


Talvez já tenha acontecido de você ver seu filho pela primeira vez brincando de “papai e mamãe”, ou de médico com os bichinhos de pelúcia ou de casinha ou até de “trabalhar”, fingindo que está no computador. Se você não passou por isso, com certeza passará, porque a brincadeira de faz de conta é parte da brincadeira de 100% das crianças em uma fase da infância.

E o faz de conta é muito importante para o desenvolvimento da criança. Eu pesquisei sobre o assunto e conversei com os especialistas que entrevistamos para o tempojunto. Em geral, esta fase de brincadeira começa próximo dos 3 anos e vai até 7, 8 anos ou mais.

Máscara de Carnaval - carol com disfarces no rosto

quatro áreas do desenvolvimento que são estimuladas pelo faz de conta:

Intelectual – desenvolvendo habilidades como resolução de problemas, negociação, criatividade, organização e planejamento, retenção de tradições, costumes e cultura familiares, aplicação de conhecimento na prática e até matemática!

Físico – estímulo de coordenação motora e coordenação espacial.

Social – entendimento dos papeis sociais, visão do seu lugar na família, compartilhar, colocar-se no lugar do outro, cooperação, controle da impulsividade, reconhecer os pontos fortes do outro e lidar com desapontamentos.

Emocional – aumento da auto-estima, orgulho próprio, desenvolvimento da sensação de segurança e proteção, desenvolvimento da independência, reconhecimento de sentimentos e de propósitos.

Brincar de faz de conta - calculadora

No faz de conta as crianças imitam as atividades dos adultos e transformam todas as referências (desenhos, filmes, atividades do dia a dia) que têm em brincadeiras de fantasia . É princesa para um lado, herói de outro. É o dia do médico, ou de ser professor, ou de cuidar dos filhinhos. Também pode ter o dia de escritório, do bombeiro, do monstro e assim por diante.

Brincar de faz de conta - henrique imitando marcio

Não oficialmente, eu classifiquei as brincadeiras de faz de conta em três tipos:

1. As tradicionais: casinha, médico, escola, escritório

2. Com fantasias e máscaras

3. Com materiais não específicos(caixas de papelão, lençois, roupas e acessórios de adultos )

Brincar de faz de conta - fogãozinho e panelinha

Brincar de faz de conta - kit medico

Também já observei que o faz de conta pode ser brincado sozinho, com os irmãos ou amigos, e (até) com os adultos! Mas pode acontecer de não conseguirmos acompanhá-los. Em geral porque já nos esquecemos de como é o faz de conta. Às vezes também nos sentimos constrangidos de bancar o “príncipe” ou o “neném”.

Foto: Sean Drelinger

Foto: Sean Dreilinger

Tudo bem. Inclusive um dado da Associação para Educação Infantil (Association of Childhood Education International ) explica que o brincar de fantasiar não deve ser substituído por brincadeiras dirigidas. E que qualquer interferência do adulto neste momento é menos valiosa do que a experiência e descoberta da criança no faz de conta.

Então, vamos deixar as crianças fazerem de conta! E  você pode ajudar neste processo de duas formas:

1 – Tempo.

Pense bem. Se você precisa de tempo para desenvolver um projeto de trabalho, a criança também precisa de tempo para desenvolver seu faz de conta. Então, dê tempo a ela para brincar, para sua imaginação voar longe. Segure a vontade de ficar perguntando o que ela está fazendo; evite interromper. Só fique atento de longe para ver se ela não se coloca em perigo.

sofia_chapeu

2 – Oferecer materiais para estimular o faz de conta.

Uma o caixa de papelão e lençois, echarpes, tecidos, revistas velhas ou  aquela calculadora antiga. Todos estes materiais – e muitos outros existentes em casa – são o sonho de qualquer criança “imaginadora”.

Brincar de faz de conta - caixa com lenços

Se você gostou dessa dica e não quer perder nenhuma novidade do Tempojunto, faça parte do nosso grupo da newsletter. É gratuito e você recebe nossas atualizações semanalmente em seu e-mail.

3 Comments

Comente
  1. 1
    Mari R B

    ÓTIMO POST! ESTAVA PROCURANDO “PROVAS” DE QUE O BRINCAR DE FAZ DE CONTA, REPRESENTAR PAPÉIS É O NORMAL E TORNA A INFÂNCIA AINDA MAIS BELA E RICA. HOJE EM DIA COM A ADULTIZAÇÃO E INFORMATIZAÇÃO DA INFÂNCIA, SE É QUE ESSE TERMO É CORRETO, PARECE QUE QUANDO ESTAS DESEMPENHAM SEU REAL PAPEL DE BRINCANTES CAUSA ESTRANHEZA ENTRE OS ADULTOS.HOJE A PROFESSORA DA MINHA CAÇULA DISSE ESTAR PREOCUPADA, POIS ELA SEMPRE GOSTA DE BRINCAR DE FAZER DE CONTA QUE É ALGUM BICHINHO. DISSE QUE VAI FICAR DE OLHO SE ESSE COMPORTAMENTO É NORMAL.COMO ASSIM? INCENTIVO E CRIO OPORTUNIDADES PARA QUE MEUS FILHOS TENHAM UMA INFÂNCIA LÚDICA E FELIZ, PROCURO DISTRAÇÕES QUE SEJAM MAIS INTERESSANTES QUE OS FAMIGERADOS TABLETS E SMARTFONES. POR UM MUNDO COM MAIS TEMPO JUNTO EM FAMÍLIA E COM MAIS CRIANÇAS BRINCANTES !!!

+ Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.