Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos


Não falei na semana passada que iria dedicar os próximos posts da Gabi às brincadeiras com massinha? Pois é, ela a-d-o-r-a a sua “xaxinha” e, por isso, hoje e quinta vou mostrar diferentes maneiras de brincar de massinha com os seus filhos pequenos.

Antes de começar deixa eu falar uma coisa. Um monte de comentários aqui no blog tem a ver com uma dúvida que angustia os adultos que cuidam de crianças pequenas: “como vou fazer essa atividade sensorial que o Tempojunto está propondo se meu bebê leva tudo a boca?”.  A fase oral é uma parte importante do desenvolvimento infantil e vai do nascimento até os 18 meses de vida mais ou menos. Segundo o médico neurologista Sigmund Freud, criador da psicanálise,  “a fase oral é o estágio mais primitivo do desenvolvimento, pois as necessidades, percepções e até mesmo os modos de expressão do bebê estão concentrados originalmente na região da boca, lábios e língua. Essas percepções orais incluem sede, fome, sensação de prazer, deglutição e satisfação. Por isso, na fase em que seu bebê se encontra, quando segurar objetos com mais firmeza já faz parte da rotina, é natural que ele os leve imediatamente à boca: é através dela que o pequeno poderá fazer descobertas, percebendo novas texturas e, a partir dos seis meses de vida, novos gostos! Sem contar que, desde o nascimento, foi a boca quem lhe garantiu a sobrevivência – seja na hora da alimentação ou de chorar, para chamar a atenção dos pais.” * 

Isso significa que nenhuma atividade sensorial deve ser feita com crianças pequenas sem um adulto para supervisionar. Considerando que o nome do blog é Tempojunto justamente para falar das brincadeiras que pais e filhos podem fazer juntos no tempo disponível, mais um motivo para não deixar as crianças sozinhas. Mesmo assim, a decisão de oferecer ou não certos estímulos é particular de cada pai e mãe. Eu comecei a brincar de massinha com a Gabi depois que a fase oral já tinha passado. Ou seja, ela não fica mais levando objetos para a boca. Mesmo assim fico de olho na brincadeira o tempo todo.

Para a atividade de hoje você vai precisar de massinha, palitos de churrasco ou canudo e penne.
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - material
Eu estou começando a estimular uma nova habilidade de coordenação motora fina na Gabi que é a capacidade e passar um objeto por dentro do outro. Ainda não é fácil para ela, mas é assim que se começa. No início a criança tem dificuldade, mas depois, com a prática, pega o jeito e quando a gente menos espera ela está fazendo algo novo. Neste caso, eu tirei a parte pontiaguda do palito de churrasco, quebrei a vareta em dois pedaços e enfiei na massinha
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - brincadeira inicial com macarrão
A ideia é ver se ela consegue encaixar o penne do palito e chegar neste resultado.
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - brincadeira montada
Eu já tinha feito a brincadeira da massinha com canudos para a Gabi, e por isso ela já está familiarizada a encontrar cantinhos com atividades preparadas para ela. Então, eu deixei a mesa da varanda assim:
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - resultado
Primeiro a Gabi analisou o penne (e não, não levou a boca!)
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - Gabi brincando com o macarrão
Depois ela reparou que já tinha um penne enfiado no palito e resolveu ver se conseguia fazer o mesmo.
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - Gabi enfiando um macarrão
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - Gabi quase colocando o macarrão
Não estava fácil dela conseguir sozinha (e as vezes, só testando para a gente saber) e eu resolvi ajudar segurando a base do palito
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - ajudando gabi a colocar o macarrão
Mesmo assim foi difícil. Até que ela conseguiu e aí resolveu retirar o palito da massinha.
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - brincadeira com palito e massinha
Daí, não teve jeito, a brincadeira passou a ser o palito e a massinha
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - Gabi tirando o palito da massinha
Mais um jeito de brincar de massinha com os seus pequenos - brincadeira com massinha
Perceba que apesar dela ter alcançado o resultado esperado, que é o de enfiar o macarrão no palito, pelo menos não neste momento, a atividade foi interessante e permitiu uma série de descobertas para ela. O foco mudou? Não tem problema! Na hora de brincar, principalmente com os bebês, o percurso, a experiência com o material e a pequena habilidade adquirida naquele momento é o que realmente importa!
Não sei se você já sabe, mas aqui tem brincadeira nova diariamente. Para você não perder nada, faça parte da nossa lista da Newsletter e receba por e-mail tudo que postamos no Tempojunto.
* Fonte: Babycenter

2 Comments

Comente
  1. 1
    Camila

    Tenho uma bebê de 1 ano e 2 meses. Queria ver a reação dela com a massinha, mas como ela leva tudo na boca, substitui por pasta americana corada. Não que eu tenha deixado ela comer ( pois é puro açúcar) mas pelo menos é comestível e por isso fiquei mais tranqüila. Funcionou muito bem.

+ Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.