Como criar um ritual de sono para seu bebê com brincadeiras


Com três filhos, tivemos em casa três diferentes jeitos de conciliar o sono. E por isso, este é um assunto que sempre me interessou. Eu li e vi muita coisa e sei que há bebês que são mais difíceis que outros para dormir. Uma unanimidade dos especialistas é criar a rotina, um ritual para este momento e manter-se firme a ele.

Em casa, este momento foi criado a partir de uma mistura de atividades que pesquisei e a rotina da família. Mas você pode planejar a que melhor servir, considerando as características do seu filho. Eu aguardava de 20 a 30 minutos depois da mamada de início da noite e reduzia as luzes da casa. Depois vinha um banho bem quentinho, acompanhado de uma canção suave e brincadeiras com sons. Então, variava um pouco com cada um dos meus filhos. E sempre os colocava para dormir ainda acordado, mas sonolento.

Houve momentos mais fáceis e alguns mais difíceis. Enquanto um dormia a noite toda, mas precisava de quase 40 minutos de embalo e música para pegar no sono; outra dormia quase ainda no banho, mas acordava duas a três vezes por noite; e outra ainda praticamente só cochilava alguns minutos e ficava acordada a maior parte do tempo (e extremamente irritadiça e chorona durante o dia, como conseqüência). Mas todos acabaram entrando na rotina e o ritual funciona bem até hoje.

E sabe que as brincadeiras podem ajudar muito nesta rotina. Eu separei algumas pra você testar e criar um ritual de sono para seu bebê.

Garrafas Calmantes

Estas são diferentes das garrafas sensoriais, porque o objetivo não é despertar a curiosidade e a atenção, mas, justamente, provocar o descanso. Eu escrevi sobre ela no post sobre 10 atividades que acalmam para dormir. O post é voltado a crianças mais velhas, mas a garrafa calmante pode ser adaptada para o bebê. O segredo dela é ter poucos elementos, brilhantes e flutuantes. A cor azul é indicada porque tranquiliza.

hora de dormir - garrafa calmante pronta

No blog Kids Activities você encontra uma outra opção de garrafa calmante.

Como criar um ritual de sono para seu bebê com brincadeiras - garrafa calmante

Massagem e Shantala

Shantala estímulo sensorial para o bebê desde o primeiro mês - massagem

Eu falei acima sobre massagem que para os bebês é uma delícia de brincadeira e um momento delicado de formação de vínculo com a gente. Eu sempre gostei de fazer massagens nas crianças e eles gostam muito. Se tivesse mais tempo na rotina da noite provavelmente a atividade aconteceria com bastante freqüência.

Nós entrevistamos para o Tempojunto a especialista em Shantala para bebês, Denise Gurgel, e ela falou bastante sobre os benefícios da massagem para os bebês e da dicas de movimentos.

Leitura para bebês

Ler um livro está tão constituído como parte da preparação para dormir, que meus filhos cobram se eu e meu marido fazemos qualquer mínima menção de pular a leitura da história, não importa o dia da semana. E o hábito entrou no ritual de dormir quando eram ainda bebês. Era a última brincadeira do dia, antes de dormir.

Gabi lendo

Contar uma história para seu bebê, deixando-o explorar um livro, além do benefício cognitivo, também propicia o foco, a calma e até a sonolência do bebê ouvindo o som cadenciado da voz do adulto.

Banho com camomila

Como eu expliquei no início do post, um banho quentinho é a primeira etapa do ritual de sono que faço. E se há como criar um banho aromatizado e calmante, melhor ainda. Eu sugiro camomila, mas você pode escolher o aroma que preferir.

Música tranquila

Eu sempre digo que todo mundo pode cantar. E ninar um bebê, mantendo um movimento suave e constante (sem chacoalhar), é tiro e queda para trazer um clima de tranquilidade que propicia o sono tranquilo do bebê. Então, aprenda algumas canções de ninar, ou mesmo outra canção que você goste e possa ser entoada num ritmo bem suave. E solte a voz para seu bebê. Bons sonhos!

A cada 15 dias, as quintas-feiras são reservadas para brincadeiras e atividades para os bebês. Inscreva-se na nossa Newsletter semanal e recebe em seu e-mail todos os nossos posts e novidades. Assim, você não perde nada!

8 Comments

Comente
  1. 1
    Zuleicka

    Gostei bastante do site, pretendo fazer as brincadeiras sempre.
    Tenho uma filha, Isabella, de 9 meses. Confesso que fico sem ideia pra brincar com ela então o site será muito útil para o desenvolvimento e criar um vínculo maior na família.
    Bom, minha filha desde quando nasceu dorme tranquila, minha mãe sempre me dizia pra não colocar “manias” na criança senão ela sofre quando muda. Penso que nem sempre vou poder fazer-la dormir, então sempre ela dormiu sozinha, coloco no berço quando percebo que ela está com sono e deixo lá, as vezes demora um pouco, ouço ela brincando com os desenhos dos lençóis e depois dorme, a noite toda.
    E quando acordar… Vamos brincar!

    • 2
      Patrícia Marinho

      Oi Zuleicka,
      Seja bem-vinda e obrigada pelo comentário. Tomara que nossas ideias sirvam de inspiração para muitos momentos divertidos com a Isabella.
      Cada um tem a sua forma de definir a melhor rotina para sua casa. O importante é que todos estejam felizes com suas escolhas!
      Beijos,
      Patrícia

  2. 3
    Irina

    Achei ótimas as dicas, porém não sei como usa-las com dois ao mesmo tempo. não moro com o pai das crianças, São duas (uma de dois anos e outra de quatro meses). A mais velha sempre dormia entre 20 e 20:30, mas qdo não consigo que o irmão durma antes disso é uma loucura… ontem mesmo ele dormiu 21:30 e ela 22. Não aguento esse ritmo todos os dias. O que vocês sugerem?

    • 4
      Patricia Camargo

      Oi Irina, aqui é a Patcamargo, tudo bem? Imagino como você deve estar cansada neste momento. O que provavelmente gera irritação, que inevitavelmente vai afetar neste momento do sono das crianças. Então, a primeira coisa que eu preciso te dizer é para respirar fundo e tentar ficar o mais tranquila possível neste momento. Eu também em casa muitas e muitas vezes tive que lidar com esta situação sozinha, sem meu marido para ajudar.

      A primeira coisa é pensar porque sua filha dormia entre 20 e 20h30 passou a dormir mais tarde. Será por conta da chegada do irmãozinho? Você não me disse a que horas ela acorda pela manhã e se faz a soneca da tarde. Mas ainda nesta idade a maioria das crianças precisa de 12 a 14 horas de sono. Se ela acorda tarde, muito provavelmente irá dormir mais tarde mesmo. Se a soneca da tarde ultrapassar 2 horas ou se for muito próxima do final do dia (por exemplo, começar a soneca às 15 para acordar às 17), ela também irá dormir até mais tarde. Outra coisa, onde ela dorme? Na cama dela? No berço? Junto com o irmão no mesmo quarto? No mesmo quarto com você? Tudo isso faz diferença na rotina de dormir.

      E eu estou focando na sua filha mais velha porque seu bebê ainda está na fase de ajuste do sono. Ele provavelmente acorda no meio da noite, faz cochilos durante o dia e ainda não tem um horário exato para dormir no final do dia. Mas sua filha é quem teve a rotina mudada pela chegada do bebê, a divisão de atenção e ir dormir mais tarde significa ter uma chance a mais de passar mais tempo com você. Mais tempo até que o novo bebê, então talvez por isso ela só queira dormir depois dele.

      Então, vamos por partes, ok? Se o ideal é que sua filha durma entre 20 e 21 horas, significa que ela deve ter jantado no máximo entre 18h30 e 19h30. Se ela toma banho antes disso, então, depois do jantar, deixe o bebê no berço ou na cadeirinha e passe um tempinho com sua filha. Faça com ela uma ou duas atividades mais relaxantes ou de concentração, como desenhar com giz de cera, olhar um álbum de fotos, fazer um jogo de encaixe. Por 15 minutos. Depois, coloque o pijama nela, cantando uma música mais suave e explique que ela irá dormir, mas antes vai poder ajudar a preparar o sono do irmão. Neste momento, desligue televisão e deixe a casa mais na penumbra. Já de pijama, deixe que ela participe de uma troca de fraldas do irmão. Conte uma história para os dois juntos, mas deixe sua filha ser o foco da atenção. Imagino que isso demore mais 20 minutos (coma troca da fralda). Novamente deixe seu bebê no berço (e se ele chorar? Tente acalmá-lo. Peça ajuda para sua filha. Distraia-o com um brinquedo diferente). Então leve sua filha para a cama, cante uma canção e explique que agora ela irá ficar deitada, mesmo que não durma, sem sair da cama/berço.

      Só então coloque o bebê para dormir. Sua filha irá se acostumar a ter esta sua atenção toda: brincadeira, música, se vestir, ajudar o irmão, história e vai aprender que ela pode dormir tranquila, sem que o irmão precise dormir primeiro.

      Espero ter ajudado.Qualquer coisa, escreve de novo. BJs

  3. 7
    Nora

    Meninas, sei que o post é sobre ritual de sono para bebês, mas não podia deixar de contribuir com um ritual criado expontaneamente aqui em casa.
    Certo dia, estava com meu filho de 2 anos no colo e comecei a cheirar os cabelos dele. Ele falou: “Mamãe cachorro?”. Eu ri e confirmei: “Mamãe cachorro!” E cheirei ainda mais, parecendo um cachorro farejador, kkk. Em seguida criamos o “Mamãe gato” que faz um barulho parecido com aqueles roncos do gato, perto da orelha dele e a “Mamãe rato”, que faz um “ki, ki, ki” bem baixinho perto do ouvido também. Ele ama. E aí, quando é hora de dormir, recapitulo todo o pacote a que ele tem direito: Mamãe cachorro, Mamãe gato e Mamãe rato. Meu filho de 4 anos, que tem autismo e é não verbal, também aprovou a brincadeira. Aproveito sempre que dá para ensinar que posso brincar com os dois, cada um vai ter seu carinho com a Mamãe.

+ Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.