Como dar atenção ao filho mais velho sem ser ridículo


Enquanto são pequenos é uma graça a gente brincar com eles. Mas quando você tem um filho mais velho, às vezes ele fica meio de escanteio, querendo sua atenção. Para dar atenção ao filho mais velho você precisa de bem pouco para falar a verdade.

E não se sinta ridículo se ele está crescendo, e parece que aquele espaço que era só de vocês dois parece estar sendo preenchido pelos amigos dele, a TV, o celular, outros adultos. Faz parte mesmo de um amadurecimento saudável do seu filho abrir espaço para outras experiências.

Mas também faz parte você manter o vínculo com ele a a presença na vida dele, depois que chegam os 9, 10, 11 e 12 anos. A Patricia Marinho escreveu sobre isso neste post e fez uma lista bem legal para você.

1. Atenção ao filho mais velho é fundamental para ele se sentir amado

Completando o assunto anterior, tem outro post que eu gosto muito, com 10 ideias de brincadeiras para você fazer antes que seu filho cresça. A listinha tem tipos de brincadeiras que acho legal você fazer um dia com seus filhos. Só não se preocupe tanto com o “quando” irá fazer. Brincar não tem prazo final de validade. Planeje-se “para” fazer e a diversão acontecerá naturalmente.

Porém, o papo aqui é sobre filho mais velho, não importa a idade que ele tenha. Eu passo por isso em casa duplamente. Explico. O Pocoyo chegou primeiro. Então, ele é o mais velho. Mas a Cucuruca, que chegou em segundo, é a mais velha das meninas. E a minha caçula faz questão de lembrar aos irmãos que, não importa o quanto ela cresça, ela será a mais nova. Sempre que tem uma brecha, ela dá uma de bebezinha.

Esta imagem acima ilustra um pouco do que eu percebo com o filho mais velho. Às vezes, ele sente que não tem ninguém olhando para ele. Mesmo estando num “lugar” super genial. Entenda “lugar” como o mundo da imaginação, o momento de uma descoberta, uma brincadeira ótima.

Desta forma, a dica master blaster que eu tenho é: tenha um tempo para o filho mais velho na sua rotina. Mas um tempo só dele com você. Pode ser um pouco por dia. Ou uma vez na semana. Mas tenha este tempo com ele.

2. Autonomia, independência, mas sabendo que você está de olho

Então, você já entendeu o segredo para dar atenção ao filho mais velho. Vou repetir: tenha um tempo só para ele contigo.

E o que fazer neste período para não parecer ridículo? Mas ridículo por quê? Porque se você tratar seu filho mais velho como um bebê ou como você faz com o caçula, ele vai te achar chato e ridículo. Sem ofensas e me perdoe o termo. Mas seu mais velho precisa saber que você o enxerga diferente dos mais novos.

Que tal deixar ele começar uma coleção? Pode ser de qualquer coisa. Mas deixe que ele decida a coleção. E incentive, comprando ou conseguindo as peças colecionáveis. Fale para seus amigos sobre a coleção do seu filho (peça para os seus amigos ajudarem com uma peça, se for possível). Montem juntos onde guardar a coleção. Aqui a do meu filho de revistas da Turma da Mônica Cinema.

Ele também tem de revistas Recreio (que, infelizmente pararam de publicar). Eu reuni todas e mandei encadernar. Meu filho “pirou” quando viu. Porque ele percebeu que eu estava prestando atenção na coleção dele.

Outra sugestão é incentivar um gosto. Por exemplo, seu filho mais velho curte natureza? Proporcione momentos em que a natureza faça parte das brincadeiras de vocês. Ajude-o nas descobertas de coisas surpreendentes e incomuns. Mas deixe que ele descubra. Como esta folha, que ficou absolutamente transparente por ficar muito tempo na água com um pouco de cloro.

Ou este ninho de beija-flor, que foi descoberto numa pequena moita, ao lado da piscina de casa.

Seu filho mais velho quer mostrar a você que é capaz de ser autônomo, tomar decisões, descobrir coisas que você não sabe. Mas ele também quer ter-te de olho em tudo, transmitindo segurança.

3.O protagonismo junto com você

Sei que não é simples manter uma rotina com o filho mais velho. Aliás, que pai ou mãe você quer ser para seu filho? A gente se perguntou e te ajuda a responder esta pergunta num Workshop Online e gratuito. Chamado justamente “Que pai ou mãe você quer ser?”, o curso com três vídeo-aulas te ajuda a entender como as crianças aprendem, se desenvolvem e identificar como você pode contribuir para esse aprendizado. Sem a culpa de ter que acertar o tempo todo e sem a frustração de não conseguir dar aos filhos toda a atenção que você gostaria.

Uma das coisas que falamos no workshop é deixar seu filho liderar a brincadeira. Quando você deixa que seu filho mais velho seja o protagonista das atividades, ele ganha segurança para dar seus próprios passos.

Aqui na foto, estamos na praia, que não é um passeio comum para a gente. E o Pocoyo é quem está liderando a brincadeira de siga o mestre.

Deixá-lo ser o protagonista também acontece quando conseguimos proporcionar experiências a partir daquilo que observamos que ele gosta, e trazer os irmãos para curtir momentos em que o mais velho possa mostrar suas vivências.

Novamente, meu mais velho gosta demais de dinossauros. E ao irmos a um Museu de Geologia em São Paulo, eu deixei que ele mostrasse às irmãs como fazer um molde de um dino que ele escolheu.

4.Dar asas e voar com ele

Outra dica que ajuda no momento de dar atenção ao filho mais velho é entender que ele está crescendo e precisa de asas seguras para voar. Neste Carnaval, eu fui surpreendida com meu filho querendo fazer ele mesmo sua fantasia.

De cara, eu achei que ele não conseguiria, que seria difícil. Mas, quer saber? Resolvi não contrapor e simplesmente ajudar. Ele pensou no tema (“está na moda, mamãe”); definiu o que precisaria comprar. Fomos juntos atrás dos materiais. Eu mostrei um passo a passo para facilitar. E olha só ele construindo, orgulhoso, sua fantasia de Carnaval.

5.Aquele momento traquinagem juntos

Algo que sem perceber fazemos com nosso filho mais velho é deixar para ele o peso da responsabilidade. Claro que todos os nossos filhos precisam crescer adultos responsáveis, mas se não prestarmos atenção, colocamos um peso extra no mais velho.

Ser sempre o certinho, não errar e atender nossas expectativas é uma carga que o filho mais velho não precisa ter a mais do que os demais. Então, deixe-o fazer traquinagens de vez em quando. Mostre que nem tudo precisa ser “certinho” o tempo todo. Permita-se relaxar com seu filho mais velho.

Que tal, pintarem-se?

Ou correr na chuva de mãos dadas? Ambos escorregando no chão?

Espero que estas dicas ajudem a você dar atenção ao filho mais velho na sua rotina. E quando for a vez de ficar com ele, deixe claro para os mais novos que é um momento de vocês e que depois todos voltarão a brincar juntos.

Se você está chegando agora no Tempojunto, te convido a olhar nosso blog. Tem muitas dicas de brincadeiras para deixar os menores brincando, enquanto você curte seu tempinho com o mais velho.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.