Frotagem: uma técnica de artes que vai encantar as crianças


Quem acompanha o Tempojunto sabe que eu adoro apresentar técnicas de artes para as minhas filhas. O post Top 35 ideias de atividades artísticas é um exemplo disso. Estou sempre pesquisando e propondo coisas novas para elas. Com isso, não só elas desenvolvem a criatividade, como aprender a se expressar e a desenvolver o foco e a atenção. A técnica que eu queria apresentar hoje chama-se frotagem.

Conheça a frotagem

O termo frotagem é uma adaptação da palavra francesa frottage, e significa friccionar. Lá pelos anos 20, um artista alemão chamado Max Ernst, reparou que se colocasse uma folha de papel no chão irregular e passasse sobre a folha um lápis ou giz de cera, o chão criaria uma espécie de estampa no papel. Todos as texturas e contornos do piso formavam uma imagem interessante. Com isso nasceu a técnica de frotagem.

Para praticar essa técnica em casa, você vai precisar de folhas de papel sulfite, objetos que tenham relevo, como folhas e moedas, e giz de cera ou lápis grafite. No dia em que brinquei com a Gabi, peguei também um paninho de renda e um guardanapo.

É muito simples conseguir o efeito desejado. Basta pegar a folha de papel, colocar em cima do objeto e então “friccionar” o giz ou o lápis na folha. Olha a Gabi fazendo a frotagem pela primeira vez.

Uma vez que a criança se interesse pela técnica, experimente com outras texturas, como o paninho de renda.

Com o tempo, você consegue ir praticando e conseguir outros efeitos. A gente brincou de tentar fazer a folha perfeita. Acho que conseguimos!

Se você gostou deste post e não quer perder nossas próximas sugestões, cadastre-se na nossa lista para receber a nossa newsletter semanal por email. É grátis.

 

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.