Brincadeira com o bebê e a bola que estimula andar e correr


A brincadeira com o bebê é, ao mesmo tempo, deixar que ele descubra o que consegue ou não fazer. E estimular aquilo que ele já faz.

Isso quando estamos falando do desenvolvimento físico dos bebês. Que desde que nasce já começa a mudar. Primeiro, firmando o pescoço e sustentando a cabeça. E seguindo da cabeça até chegar em pernas e pés.

Temos um Quadro de Desenvolvimento do Bebê que mostra cada uma destas etapas e é bem prático de consultar. Você pode vê-lo aqui.

Ou seja, andar e correr estão entre as últimas atividades que o bebê desenvolve. No caso do seu filho, ele tem seu tempo para cada etapa. Quando o bebê já está firme em pé e quer dar os primeiros passos. Ou se ele já anda, e está ensaiando correr, a brincadeira com o bebê e uma bola é uma ótima forma de estimulá-lo.

E, vamos combinar, também uma ótima forma de gastar energias. Já que, entre 15 e 18 meses, esta descoberta de poder andar e correr parece trazer uma energia extra para os bebês.

Bola para rolar ou para levar e trazer

Esta brincadeira que eu fiz com a Luísa, junto com a mãe dela, a Luciane deu “errado”. Como assim? Bem, minha proposta inicial era que pudéssemos brincar de rolar a bola uma para a outra.

Mas a Luísa preferiu fazer de outra forma. E a brincadeira se transformou em um leva a traz da bola. Tanto para mim, quanto para a mamãe.

E sabe o que mais? Tudo bem! Sim! Se, por acaso, ao brincar com o bebê ele decidir por um jeito que você não havia planejado, deixe que ele lidere a atividade e siga na proposta nova. Foi o que fizemos.

A Luísa, então, trazia a bola para mim, e levava de novo para sua mãe. Posso falar? Ela se divertiu muito neste jogo. Olha que cara de felicidade!

Mais distante

Conforme fomos jogando neste leva-e-traz, pedi para a mamãe Luciana ficar um pouco mais distante de mim. Desta forma, a brincadeira com o bebê ganhou amplitude. Se antes a Luísa dava seus passinhos, ela passou a correr com a bola!

No final, a Luísa aproveitou um tempão fora de casa, ao ar livre. Fazendo bons exercícios, treinando o andar e correr com mais firmeza e, claro, depois só queria dar um cochilo. Afinal, sim, gastamos muita energia!

Se você está neste post, imagino que gostaria de mais ideias de brincadeiras com bebês. Então, deixa eu te contar que temos um e-book, chamado Brincadeiras Sensoriais para Bebês de 0 a 2 anos. As brincadeiras sensoriais são muito importantes para o desenvolvimento do bebê nesta fase e elas complementam uma brincadeira de movimento como esta aqui do post. Dá uma olhada.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.