Músicas e poesia para brincar com a fala e a linguagem das crianças


É muito mágico quando a gente acompanha nossos filhos aprendendo a falar e, mais para frete, dominando a linguagem e a leitura. Aqui no Tempojunto a gente sempre fala da importância de brincar com a fala e a linguagem. Por exemplo, com livros.

Temos até uma lista com dicas de 100 livros infantis que fizemos com a ajuda dos nossos leitores e seguidores.

A gente gosta também de brincar com a fala e a linguagem das crianças pela música.

Por isso, também tem muita dica de música para você cantar com seu filho aqui no blog.

Brincar com a fala e a linguagem criando poesia

Hoje eu vou unir três coisas que amo – música, poesia e livros – numa brincadeira que minha filha do meio, a Cururca, de 8 anos, me ensinou. Que a minha filha mais nova, de 7 anos, completou para “ficar legal para as crianças pequenas também”, segundo ela mesmo disse.

Quando cantamos para nossos filhos pequenos músicas que repetem palavras ou rimas, criamos uma memória lógica. Ou seja, os pequenos, até 3 ou 4 anos, gostam da repetição, porque elas fazem parte de seu processo de aprendizagem. Prever o que vai acontecer com uma música, é para elas uma grande satisfação.

O que nos mostra o Seo Lobato

A repetição de sons da língua, presente em recursos como rimas e aliterações, constrói a percepção fonológica, que está na base da formação do leitor.

Então a primeira dica é brincar com a fala e a linguagem do seu filho cantando músicas como esta aqui, do Sítio do Seo Lobato:

D G/B A D
Seu lobato tinha um sítio, ia, ia ô!
D G/B A D
E nesse sítio tinha um pato, ia, ia, ô!

D G/B D G/B
Era quá, quá, quá pra cá! era quá, quá, quá pra lá!
D G/B A D
Era quá, quá, quá pra todo lado, ia, ia ô!

D G/B A D
Seu lobato tinha um sítio, ia, ia, ô!
D G/B A D
E nesse sítio tinha uma vaca, ia, ia ô!

D G/B D G/B
Era mu, mu, mu pra cá! era mu, mu, mu pra lá!
D G/B A D
Era mu, mu, mu pra todo lado, ia, ia ô!

D G/B A D
Seu lobato tinha um sítio, ia, ia, ô!
D G/B A D
E nesse sítio tinha um porco, ia, ia, ô!

D G/B D G/B
Era óinc, óinc, óinc pra cá! era óinc, óinc, óinc pra lá!
D G/B A D
Era óinc, óinc, óinc pra todo lado, ia, ia ô!

Som, letra e cifra para você aproveitar esta música com os pequeninhos na sua casa.

Para os maiores, a criação

Já para brincar com a fala e a linguagem das crianças um pouco mais velhas, a partir de 5 ou 6 anos, o legal é criar frases que rimam. E colocar uma melodia simples nelas.

Em resumo, compor uma música mesmo!

A Cururca trouxe da escola um exemplo de música, criada a partir da leitura de um livro. Escuta só:

A letra é esta aqui:

Minha gravata esquenta uma girafa friorenta

Minha camisa até pode, servir de vela para um bode

Meu sapato é uma casinha, onde mora uma ratinha

Pode me olhar à vontade,

Sou o gigante mais elegante da cidade!

Não é fofa?

Seja criando uma música ou colocando uma letra diferente em uma música conhecida (fazendo uma paródia) ou só incluindo melodia em uma poesia que já existe. Todas são formas de trabalhar a linguagem das crianças, brincando.

Se você é professor e educador (ou mesmo um pai ou mãe) que querem conhecer as inúmeras possibilidades de explorar um livro de formas diferentes, recomendo este link aqui. É da editora Brinque Book (que gosto muito), com várias destas possibilidades justamente sobre o livro que originou a música que a minha filha me ensinou.

O livro se chama O Gigante mais Elegante da Cidade, da Júlia Donaldson e do Axel Scheffler, autores da série Grúfalo.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.