Estimule a linguagem das crianças mais velhas com paródias


Paródias são versões diferentes de uma poesia ou uma letra de música, que respeitam o mesmo ritmo e a mesma composição dos versos. Em outras palavras, é o exercício de criar uma nova poesia ou música sobre algo que já existe. E eu comprovei que criar paródias é uma brincadeira super divertida.

E, de quebra, ajuda a estimular a linguagem das crianças mais velhas.

Bóra fazer?

Então, para brincar, você precisa de lápis e papel.

Além disso, escolher uma música para parodiar. Já envolva seu filho desde esta hora. Deixe que ele decida que canção ou poesia vocês usarão como base.

Paródias exercitam vocabulário e redação

O importante é que seja uma música que seu filho goste, que ele cante sempre. Mas, claro, com o tempo, você também pode apresentar canções novas para brincarem juntos.

Assim, escolhida a música-base, definam qual será o estilo da paródia. Em geral, elas são mais bem humoradas. Porém, não é uma regra. Vocês podem fazer uma paródia mais séria.

Ao criar paródias, vocês podem começar só trocando uma palavra em cada verso da música. Por exemplo, esta de Tom Jobim:

ORIGINAL:

São as águas de março fechando o verão, é a promessa de vida no seu coração

PARÓDIA:

São as águas de março fechando o verão, é a promessa de vida COM MUITA EMOÇÃO

Minhas filhas escolheram uma música do Melim, “Ouvi Dizer” para brincar:

Ampliar e soltar a criatividade

Depois, conforme vocês foram brincando mais e mais, experimentem substituir mais palavras, ou quem sabe, um verso inteiro. Ah! E manda para mim, viu? Vou amar ver nos comentários algumas das paródias de vocês!

Para continuar recebendo dicas de brincadeiras para fazer com seus filhos, inscreva-se gratuitamente na nossa Newsletter. Semanalmente, você terá atualizações e todo o conteúdo do Tempojunto fresquinho para você. É só clicar.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.