Uma experiência visual divertida e super curiosa para as crianças

Uma experiência visual divertida e super curiosa para as crianças


By patcamargo

Estou sempre buscando referências de brincadeiras ou atividades que eu possa propor aos meus filhos que tenham um componente inusitado. Pode até ser algo conhecido, como um paraquedas, mas ele precisa ter aquela sugestão mais diferentona junto. Uma destas ideias que encontrei no Pinterest (uma grande fonte de pesquisa aqui) é esta água-viva na garrafa.

Além de esquisitona, o que chamou a atenção dos meus filhos que ja estão grandes para garrafas sensoriais, ela é fácil de fazer e eles mesmos puderam criar suas águas vivas.

Aliás, coincidentemente, a Patricia Marinho também publicou esta semana um post com uma versão de garrafas sensoriais para crianças pequenas, que a filha mais velha dela (a Carol) também curtiu.

Bom, para esta água-viva, você vai precisar de:

- Sacola plástica, destas de mercado ou de lixo de banheiro
- Tesoura
- Barbante fino ou linha de lã
- Corante de alimentos ou tinta guache para dar cor à água
- Uma garrafa PET

Agua viva de sacola reciclada - materiais

Aqui um segredo, o tamanho da garrafa vai delimitar o tamanho da sua água-viva. Quanto menor a garrafa, menorzinha precisa ser a água viva. Eu comecei fazendo com garrafa de suco (na foto), mas resolvi usar garrafa de refrigerante de 2 litros que achei no lixo reciclável do prédio porque as águas-vivas das crianças pareciam mais polvos de tão grandes rsrsrsrs!

Corte as alças da sacola e abra no meio. Você vai usar uma parte só. Pegue bem no centro do plástico e faça a cabeça da água-viva, amarrando com o barbante ou a lã. Mas deixe o laço frouxo.

Agua viva de sacola reciclada - agua viva amarrada

Corte a parte de baixo do plástico em tiras verticais, indo em direção à cabeça. Você vai precisar cortar bastante, inclusive no comprimento das tiras, que precisam ter no máximo 1/3 da altura da sua garrafa. Na primeira tentativa, eu fiquei com medo de cortar demais e não deu certo. Então, passei para os meus filhos e eles, com a tesoura sem ponta, cortaram sem dó e fizeram os tentáculos da água viva.

Agua viva de sacola reciclada - agua viva pronta

Se você quiser uma conta para facilitar, faça de 8 a 10 tirinhas finas e desproporcionais. O restante fica fora.

Nado sincronizado

Comece a preparar a garrafa colocando água dentro, mas deixando um espaço no final. Coloque o corante da sua preferência ou tinta guache para criar uma “piscina” para sua água-viva. Nesta etapa, as crianças quase “entucharam” a mão na garrafa de tanto que elas queriam ver o nado da água-viva.

Agua viva de sacola reciclada - corante na água

O passo seguinte para completar esta experiência visual divertida é, com cuidado, encher com um pouquinho d’água a cabeça da água-viva.

Agua viva de sacola reciclada - henrique com a agua viva

Como as crianças queriam fazer, acabei usando uma seringa, destas de dar remédio para bebês, para que eles colocassem a água sem desperdiçar. Ficou assim.

Agua viva de sacola reciclada - agua viva com agua

Deixa um pouquinho de ar na cabeça da água viva, para direcioná-la sempre para cima.

Pronto! Coloque sua água-viva na garrafa, tampe bem, e bóra brincar de acompanhar o nado pouco sincronizado, mas bem hipnotizante da água-viva!

Agua viva de sacola reciclada - sofia com a garrafa na mao

Agua viva de sacola reciclada - agua viva na garrafa

Semanalmente estou por aqui às quartas-feiras contando as peripécias brincantes que aprontamos eu e meus filhos! Mas tem muito mais aqui no Tempojunto para te ajudar a ter momentos incríveis com as crianças. Para não perder nada, faça parte da nossa Newsletter. A inscrição é gratuita e você recebe nossas atualizações semanalmente em seu e-mail.

+ Nenhum comentário

Deixe seu comentário


E aí, o que você achou?