Soletrar vira uma brincadeira para várias idades com a forca


By patcamargo

Se você chegou agora por aqui não deve saber, mas eu sou a Patcamargo. E meus três filhos, cada um conforme sua própria idade, estão aprendendo a reconhecer as letras, as palavras e a ler. E há inúmeras brincadeiras e brinquedos que podem ajudar nesta fase.

Há algumas semanas eu falei sobre o rolinho silábico (feito com rolo vazio de papel alumínio) que construí em casa para as crianças montarem palavras, conforme as figuras. Também já escrevemos um post com 25 brincadeiras para ajudar a formar sílabas e palavras.

Brinquedo que ajuda a formar e ler as primeiras palavras - henrique com o brinquedo 3

A brincadeira de hoje é daquelas que você começa a brincar quando seu filho está conhecendo as primeiras palavras e só para de jogar quando estiver muito, muito, muito velhinho (e talvez até depois disso). A Forca. Para jogar você precisa de papel e lápis ou caneta.

Nada mais simples que isso, certo? E se não tiver? Ora, risca na areia, na terra, na lousa, nas costas da mão ou até no guardanapo.

O objetivo do jogo é descobrir a palavra certa para escapar da forca. Para começar, faça o “tabuleiro” do jogo, com a forca. Há versões do jogo que já desenham todas as letras do alfabeto também. Na minha vai só a forca e os traços correspondentes ao número de letras da palavra pensada pelo jogador que será o “enforcador”.

O outro ou outros jogadores, cada um na sua vez, falam uma letra que acham que tem na palavra. Se tiver, escreve-se a letra no local onde ela fica nos traços. Caso contrário, ela é escrita no topo da folha de papel e ‘enforcador’ desenha uma parte do corpo de um bonequinho na forca.

 

Soletrar vira uma brincadeira para várias idades com a forca - forca com o boneco

Soletrar vira uma brincadeira

Conforme a brincadeira continua dá um friozinho na barriga de ver o bonequinho se completando na forca! As crianças vibram e querem chutar logo a palavra para ganhar. A Forca acabou fazendo parte das brincadeiras da família, inclusive nas festas de final de ano.

Mas veja se esta não é uma brincadeira boa demais: é simples de fazer. Você pode jogar em qualquer lugar, seja em casa, na rua, no restaurante, na sala de espera, durante uma viagem, no trajeto para a escola, no metrô. Dá para brincar em dois ou em mais crianças. É possível variar a dificuldade do jogo, conforme a idade das crianças.

E ainda por cima, ela ajuda no reconhecimento e formação de palavras, na resolução de problemas, na elaboração de regras em grupo (quantas partes tem o corpo do boneco, por exemplo), aguça a capacidade de raciocínio, e a competitividade saudável.

Antes de meus filhos nascerem, eu já brincava muito de Forca. E também usava no grupo de jovens que coordenava. Servia como quebra-gelo de um grupo novo, como passatempo entre atividades e num encontro-acampamento, deixou o pessoal acordado quase a noite toda!

A gente sempre cria ou resgata uma brincadeira que possa ser bem versátil no seu dia a dia. Para deixar tudo à mão, é só se inscrever na nossa Newsletter. É gratuita e você recebe mensalmente todas as brincadeiras do Tempojunto para arquivar como quiser.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.