Quando usar a tecnologia a favor da brincadeira


Se tem um aspecto que a sabedoria dos avós não ajuda na educação do filhos é sobre como lidar com a tecnologia na vida das crianças. E se a gente conseguisse aprender a usar a tecnologia a favor da brincadeira? A vida não ficaria mais fácil?

Imigrantes digitais no século XXI

Ah, a tecnologia. Como este tema nos preocupa, não é verdade? Eu sou de uma geração imigrante digital. Tem gente que não vai saber o que é isso, mas eu sou de uma época em que a gente usava o fax para encaminhar um documento e ficava ao lado do telefone fixo esperando uma pessoa retornar uma ligação por simplesmente não haver celular. A gente precisava esperar. Ou seja, a tecnologia digital, como a conhecemos, nasceu depois de mim e eu tive que aprender a lidar com ela.

Já minha filha mais velha, de 10 anos, é uma nativa digital. Nasceu num mundo em que você tem os programas de TV e músicas preferidas a um clique do seu dedo graças ao Netflix e ao Spotify. Ela já conhece mais youtubers do que os artistas da Globo. Nem por isso deixa de ler um livro, todos os dias, antes de dormir.

E aí, como a gente faz para lidar com esse abismo cultural entre a minha geração e a dela? Certamente ficar demonizando as telas e se preocupar apenas com limitar o tempo de exposição das crianças não é a solução.

Como disse a Dra Ana Escobar em entrevista ao Tempojunto, a tecnologia veio para ficar, não volta e faz parte da vida das crianças. Como tudo na vida, se for exagerado é ruim. Precisamos usar o bom senso para encontrar o equilíbrio e buscar um convívio pacífico com a tecnologia. Incluindo reconhecer seus aspectos positivos.

Brincadeiras tecnológicas

Usar a tecnologia a favor da brincadeira é um bom jeito de fazer as pazes com o mundo digital.

Vou começar com dois exemplos simples. Seus filhos gostam de ver TV? Você tem um aparelho de DVD em casa? Então podem brincar de dublagem engraçadaFunciona assim. Você pede para as crianças escolherem um filme qualquer. No caso, eles escolheram Harry Potter. Aí vocês juntos escolhem uma cena e passam ela uma vez sem som. Em seguida, as crianças precisam inventar um diálogo para dublar a cena que eles acabaram de ver. 

Já a Patcamargo aproveitou a câmera que tem acoplada à TV para deixar os filhos brincarem de ser artista.

Brincadeira com a TV - fotos na tv

Se você tem um smartphone ou tablet, procure apps que possam ser jogados em dupla com a criança. Aqui em casa, o Fruit Ninja e o Letroca são dois exemplos de aplicativos que se tornam mais interessantes quando eu e Carol jogamos juntas. O primeiro é por pura diversão, um passatempo para os momentos de tédio. Já o Letroca, é um excelente app para desenvolver o vocabulário das crianças.

letroca

Outra dica bem bacana é usar apps como VideoStar e Music.ly para criar vídeos com as crianças. Ficam incríveis!

Por falar em música, o que é brincar de Just Dance com o Wii??? Eu e as meninas dançamos loucamente! Fico morta quando a gente acaba, mas vale a pena!

Primeiro eu e a Carol dançando No Control, do One Direction.

Quando usar a tecnologia a favor da brincadeira - dancando one direction

Aí a Gabi se animou, colocou a fantasia de Ariel, e lá fomos nós dançar Under the Sea trocentas vezes rsrsrsrs

Quando-usar-a-tecnologia-a-favor-da-brincadeira-fantasia-ariel

 

E olha só que legal esta ideia da Carol! A Gabi ama ouvir historinhas e todos aqui em casa têm o hábito de ler ou inventar uma história para ela. Inclusive a Carol. Pois outro dia, no carro, a Carol resolveu inventar a História dos Emojis.

Ela se sentou do lado da Gabi, abriu uma conversa comigo no whatsapp e começou a me mandar Emojis enquanto narrava uma história para a Gabi. A pequena AMOU. Passou a ser mais uma ótima ideia de brincadeira para fazer no carro durante a viagem. Ou no restaurante enquanto esperamos a comida.

Quando usar a tecnologia a favor da brincadeira - emoji

Viu como dá para usar a tecnologia a favor da brincadeira e de um ótimo Tempojunto com as crianças?  Se você gostou deste post e não quer perder nossas próximas sugestões, cadastre-se na nossa lista para receber a nossa newsletter semanal por email. É grátis.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.