Explorar a natureza: uma ótima atividade para as crianças


Você sabia que a criança pequena desenvolve sua inteligência a partir do momento em que vivencia experiências? Explorar a natureza é uma excelente oportunidade de apresentar conceitos que vão fazer a criança raciocinar (desenvolvimento cognitivo). Fora o fato de colocar as crianças para se mexer.

Por que explorar a natureza é importante?

Tem vários motivos. Primeiro a questão sensorial, da criança conhecer novas texturas, cheiros e cores. Também tem o benefício de colocar as crianças em movimento: subir em árvore, andar em terrenos que não são planos, correr no espaço livre… Isso sem falar nos benefícios para a saúde.

Além disso tudo, também é uma oportunidade de fazer as crianças entenderem como o mundo funciona! Por que as coisas são como são? Quando uma criança se interessa por esse tipo de pergunta e começa a formular as suas próprias hipóteses, mesmo que a resposta não seja correta, isso vai ajudar a desenvolver a inteligência da criança.

Mas como você pode promover esse interesse? Fazendo perguntas e sugerindo desafios.

Por exemplo, digamos que você esteja em um lugar que tenha uma árvore. Peça para a criança prestar a atenção no tronco. O que ela vê? Certamente vai encontrar coisas bichos subindo e descendo, ou, como na foto abaixo, diferentes tipos de cascas.

Nesse dia, eu estava com a Gabi na casa de um amigo que tem uma jabuticabeira. Ela já tinha tido a oportunidade de ir nessa casa em outra ocasião para colher jabuticabas no pé. Ou seja, ela tinha visto a árvore numa situação completamente diferente. Quando ela viu o tronco descascando, foi aberta a porteira das perguntas: Cadê a jabuticaba? Por que o tronco está assim? Por que a casca cai?

As atividades podem se estender

O interesse da Gabi pela casca acabou sendo tamanho que ela resolveu coletar um pouco para trazer para casa:

Acabou virando insumo para fazermos uma atividade artística de colagem em que a Gabi fez “o registro” da árvore.

Enquanto isso tudo acontecia com a Gabi, para a Carol o desafio foi diferente. O que despertou o interesse dela foi descobrir como conseguir subir o mais alto possível na árvore.

Ela ficou um tempão se desafiando e procurando maneiras diferentes de subir. Um outro tipo de exploração, não sensorial ou investigativa, mas repleta de aprendizagem!

Espero que estas dicas de brincadeiras ajudem no seu dia a dia com seus filhos. E se você gostou e não quer perder nenhuma novidade, faça parte do nosso grupo da newsletter. É gratuito e você recebe nossas atualizações semanalmente em seu e-mail.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.