Can you escape real é a brincadeira de raciocínio que vai conquistar a sua família


Talvez você já tenha ouvido falar dos jogos em que os participantes têm um tempo determinado para revolver vários enigmas e se livrar de uma sala fechada. Aqui em São Paulo esta brincadeira de raciocínio e trabalho em equipe se chama Can You Escape? (Você consegue escapar?, numa tradução livre).

Pois bem. Há na capital paulista até casas que se especializaram neste jogo. E também é possível baixar uma versão em jogo de celular do Scape. Mas eu queria trazer para dentro de casa e brincar com meus filhos e com a família toda.

Graças a uma forcinha da escola dos meus filhos, que faz este Can You Escape real (ou seja, sem ser no eletrônico) com os alunos de tempos em tempos. Eu então, peguei algumas dicas com o Pocoyo, de 9 anos, e a Cururuca, de 7 anos e criei minha versão caseira.

E não é que funcionou? Foi muito legal! E descobri que esta é uma brincadeira excelente para crianças mais velhas, com mais de 6 ou 7 anos. Mas também é ótima para os adultos e super versátil. Você pode criar um Can You Scape Real para um grupo da mesma idade, outro de idades diferentes e até para jogar sozinho.

Brincadeira de raciocínio que envolve vários conhecimentos

Então, a ideia da brincadeira começa com o participante ou grupo de participantes presos num lugar em que conhecem. Eu escolhi o quarto das meninas, da foto acima.

Para sair do quarto, é preciso encontrar a chave que abre a porta. E para encontrar a chave, é preciso solucionar as charadas, os mistérios ou os desafios que estão colocados no quarto.

Mas este não é uma caça ao tesouro. E qual a diferença? A diferença é que as partes da solução do problema estão “escondidas” sem alterar o cenário do lugar onde as crianças estão presas. Ou alterando muito pouco. E se alguém, sem querer, mexer em alguma coisa sem pensar, na impulsividade (como por exemplo, sair procurando pistas em qualquer lugar), poderá justamente alterar e estragar uma parte importante do problema.

Como é uma brincadeira de raciocínio, as etapas precisam ser condizentes com o que seu filho conhece e está habituado no dia a dia. Vou dar alguns exemplos de pistas, pensando em tipos de conhecimentos diferentes.

Este quadro, por exemplo, está pendurado na cama da minha filha. Mas se observar bem, ele está virado ao contrário. Pronto! Esta é a dica para as crianças perceberem que ali tem alguma coisa que os ajudará no Can You Scape.

Música, matemática, linguagem

Pois o que seria? Ao virar o quadro, eles percebem que tem uma seta desenhada nele. A seta indica o próximo passo a ser seguido.

Outro tipo de enigma é este. Os carrinhos fazem parte da decoração. Mas o computador não. Embaixo de cada carrinho está um número, que corresponde à senha do computador. Mas qual a ordem certa? Pode ser do carrinho mais claro para o mais escuro. Ou vice-versa. Pode ser que o único de cor diferente tenha a senha.

Seu filho terá que testar!

Outra dica, um quadro da parede está torto. Hummm, alí tem alguma coisa. Atrás do quadro tinha uma peça de um quebra-cabeças dos meus filhos. Ao montar o quebra cabeça e virar ao contrário, eles encontraram uma foto de onde estaria a chave.

Mais um enigma de senha (que pode ser do celular, por exemplo). Olha esta foto.

A senha é a combinação dos números dos lados de cada figura geométrica desenhada. E quando eles abriram o celular, tocou uma música. A música do filme Princesa Sapo, cujo lençol temático estava numa das camas.

Algo diferente

Este pote é um pote que temos e que colocamos sempre as coisas boas que nos acontecem. No final do ano, no Dia de Ação de Graças, abrimos o pote e relembramos tudo de legal que aconteceu no ano. Pois bem, eu coloque este pote no meio de outros potes de brincar dos meus filhos que ficam no quarto. Ele era o objeto estranho.

E dentro dele, todos os bilhetes são azuis, menos um, o branco, que tinha o lugar onde estava a chave.

Meus filhos mais velhos são super organizados. Então, encontrar o quadro de letras desorganizado, com certeza seria uma charada. E era. No meio das letras estava o lugar onde o próximo enigma estaria. Conseguem ler?

Em outro momento, eu fiz com sons. Eles encontraram uma pista que dizia: cante a música que nossa família mais gosta. Quando eles cantaram a música certa, eu bati na porta. Cada batida era um número para o código do celular, que mostrava onde estava a chave.

Aliás, nesta brincadeira de raciocínio, a chave precisa estar em um lugar no meio mesmo das coisas normais. Quando minha filha estava fazendo um Can You Escape para mim, ela colocou a chave (de papel, que ela mesma fez) dentro de um livro.

Eu aproveitei a ideia dela, e coloquei a chave no mesmo livro no mesmo lugar.

Além das ideias aqui, você pode encontrar outras sugestões de enigmas neste post que a Patricia Marinho fez sobre caça ao tesouro. É só adaptar!

Dicas para você ter um ótimo Can You Escape Real

Para finalizar, aqui vão algumas dicas para que a brincadeira funcione bem e seja divertida na sua casa.

1. Explique antes para seu filho o que vai acontecer.

2. Se ele não gostar da ideia de ficar preso de verdade, tudo bem. Deixe o lugar destrancado para ele só encontrar a chave.

3. Tenha a outra chave com você para abrir a porta a qualquer momento.

4. Chame um adulto para brincar a primeira vez com seu filho. Assim, todos entendem melhor o mecanismo.

5. Faça, no máximo, três enigmas por vez.

6. Dê uns 15 minutos para que o enigma seja resolvido. Mais que isso pode cansar.

7. Comece com enigmas mais simples. Depois conforme vocês forem jogando, aumente a complexidade.

8. Conheça seu filho para propor enigmas que ele é capaz de resolver. Frustração não é o nome deste jogo.

Espero que você aproveite bastante o seu Can You Escape Real. Esta brincadeira de raciocínio ainda funciona super bem numa festa com amigos, numa noite do pijama e até na festa de final de ano com a família! Aproveite sua imaginação!

E vale lembrar que todas as nossas dicas podem chegar para você gratuitamente por email. Elas são separadas por idade, assim você pode guardá-las e aproveitar quando quiser. Basta se inscrever na nossa Newsletter Tempojunto. Uma vez por semana mandamos nossas novidades.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.