Repetir a brincadeira é uma delícia


Recentemente a Gabi surgiu com um novidade aqui em casa: ela me pede para ver do que ela brincava quando era uma bebê. O mais legal, é que me pede para repetir a brincadeira. É maravilhoso Nessas horas dá para ver perfeitamente como ela evoluiu em vários aspectos.

Vamos repetir a brincadeira de fazer uma caixa sensorial?

A Gabi fica realmente fascinada com as propostas que fiz com ela quando era pequena. Recentemente, me pediu para repetir a brincadeira da caixa com arroz. Veja o vídeo para ver como foi a experiência quando ela era bebê:

Agora, com 4 anos, a brincadeira já foi diferente. Ela sabe que arroz é arroz. Que serve para cozinhar e comer. Inclusive nos preocupamos em lavar os brinquedos antes de usar, pra que o arroz usado na cozinha fosse para a panela para se cozinhado depois.

Além disso, a coordenação motora fina evoluiu bastante e ela consegue criar enredos para as brincadeiras. Deixa de ser uma exploração puramente sensorial. Isso tudo misturado, a caixa sensorial de arroz virou o jogo de esconde-esconde de uma coleção de pequenos bichinhos (os hatchimals) que a Gabi tem.

Esses foram os materiais que a Gabi me pediu para separar:

Na primeira rodada da brincadeira, ela escondeu um bonequinhos para eu procurar

Ficou assim:

Eu usei uma colher para achar tudo.

Hora da segunda rodada

Depois, invertemos os papéis e foi a vez de eu esconder para ela procurar.

O interessante é que ela logo resolveu testar diferentes utensílios para descobrir qual era o melhor jeito de fazer a escavação. Isso mesmo, escavação. Ela disse que parecia que estava procurando ossos de dinossauro na areia! Tem como não amar a imaginação das crianças?

Se você gostou deste post e não quer perder nossas próximas sugestões, cadastre-se na nossa lista para receber a nossa newsletter semanal por email. É grátis.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.