3 diferentes tipos de arte com fita crepe para brincar com seu filho


Achei engraçado que, se você olhar nos recentes posts de arte do Tempojunto, eu tenho postado bastante coisa. Bastante para mim, claro que não sou lá muito talentosa para trabalhos artísticos. É que, como tenho pouca paciência, acabo preferindo brincar de arte com algo como estas dicas de arte com fita crepe.

Primeiro, porque são mais simples e práticas. Segundo, porque precisam de menos foco nos detalhes. Terceiro, porque ficam bonitas do mesmo jeito. E meu filho mais velho se parece comigo neste ponto: gosta de arte, mas tem pouco foco. E eu percebi que, ao propor atividades artísticas que tenham uma característica mais ampla, por assim dizer, ele participa mais.

Para fazer qualquer uma destas brincadeiras de arte com fita crepe, você vai precisar dos mesmos materiais:

Papel sulfite

Tinta (não especifiquei, porque pode ser a que você tiver em casa)

Fita crepe

Tesoura.

imagem com nome escrito a partir de colagem de fita crepe

A primeira atividade é esta aí acima. Para criar o nome do seu filho ou de alguém que vocês queiram presentear, cole a fita crepe no papel. Conforme a habilidade do seu filho, faça pedaços maiores ou menores de fita para compor cada letra.

Em seguida, pintem o restante da folha o mais colorido que quiserem. Pode ser com tinta guache, aquarela, de pintura a dedo. Vocês podem pintar com as mãos, usando pincel ou outro material, como uma esponja.

Quanto mais colorido, mais interessante ficará o efeito final.

O segredo é deixar secar bem a tinta, depois de colorir. Eu sugiro 24 horas, se o tempo estiver quente. Depois, com calma, peça para seu filho retirar a fita crepe. Em geral, esta fita sai com mais facilidade que qualquer outra. Mesmo assim, é preciso concentração para não desmanchar o nome, nem rasgar o papel.

Olha aqui outra dica como esta, baseada na arte de Paul Klee. Ficou lindo! A Patricia Marinho e a Carol (na época com 8 anos) fizeram juntas.

Arte com fita crepe com imagens

Eu achei esta sugestão muito legal, porque além de pinturas abstratas, é possível criar algo mais concreto com a fita crepe.

Neste caso, a inspiração foram os vários quadros que o pintor Claude Monet fez da Ponte Japonesa (uma das versões está no Masp, de São Paulo).

Com a fita crepe, construímos uma ponte no papel sulfite. Depois, com tinta para pintura a dedo, pintamos a paisagem em volta. Depois de bem seco, vem o mesmo processo de retirar a fita com calma. E temos um quadro pronto para exposição!

Você pode incentivar seu filho a criar outras figuras concretas no papel: mesas, cadeiras, castelos e o que sua imaginação quiser!

Movimento contrário

Bom, neste caso, o processo é o contrário. E você precisa de um material a mais: papel autoadesivo colorido.

Primeiro, as crianças rabiscam o mais colorido possível a folha de papel sulfite. Em seguida, pegue o papel adesivo, e corte figuras como este grupo de gotas da imagem. Você também pode recortar formas geométricas com seu filho. Aproveite para formar composições.

Recorte as formas, para deixar o papel vazado.

Em seguida, cole por sobre o sulfite rabiscado e veja que efeito bonito fica!

Estas foram minhas sugestões de hoje de arte com fita crepe fácil para crianças grandes. Se você gostou, te convido a seguir nossas redes do Tempojunto e voltar aqui no blog. Ou melhor, que tal se inscrever gratuitamente na nossa newsletter? Você receberá semanalmente um e-mail com todas as nossas dicas, já separadas por faixa etária.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.