‘Cantinhos’: um convite para brincar


Já faz algum tempo que eu li e pesquisei sobre Invitations to play, um termo criado pelos norte-americanos para definir convites que podemos fazer para a brincadeira acontecer. A Patricia Camargo conheceu esta mesma técnica na escola dos filhos. Lá eles chamam de Cantinhos.

Então, resolvemos escrever sobre esta forma de proporcionar um tempojunto imaginativo com as crianças. A filosofia dos Cantinhos foi baseada em Reggio Emilia, que trabalha com a exploração e a liberdade de expressão das crianças para explicar o que observam.

Na prática, em casa, a proposta é apresentar às crianças objetos diversos para que elas descubram como brincar com o que foi proposto. Ah! E nestes casos não têm resposta certa: cada um pode inventar uma maneira diferente de lidar com o que foi apresentado. Então, deixe que seus filhos te surpreendam!

Cantinhos - Espaço de arte

Outra maneira de trabalhar com os Cantinhos  é colocar os brinquedos que as crianças já tem em casa em locais diferentes, para novos olhares. Que tal colocar, por exemplo, as panelinhas de brinquedo na cozinha e adicionar alguns potes ou colheres da casa?

Cantinhos - Objetos na cozinha

Também serve misturar brinquedos que “não fazem parte” e ver o que acontece. Por exemplo, colocar um dinossauro do lado de uma pista de carrinhos.

Cantinhos - Dinossauro e robôCantinhos - Pista de carrinhos

Ou oferecer legos de diferentes tipos para uma brincadeira de construir diferente.

Cantinhos - diferemtes legos juntos

Outra coisa que a Patcamargo faz com os filhos é “desenterrar” aquele brinquedo que estava esquecido e trazê-lo para um novo contexto, que as crianças ainda não tinham explorado. Por exemplo, estes estrelinhas de montar que viraram barcos e depois submarinos afundando no redemoinho dentro do balde de água.

Cantinhos - Brinquedos com baldeCantinhos - crianças brincando com brinquedos e balde

E quando colocam-se juntos brinquedos e materiais de criatividade, como massinhas, tintas, botões, caixas de papelão ou argila? É incrível como eles conseguem pensar em coisas diferentes. Olha só este exemplo que eu fiz com a Carol, apresentando giz e água.

E estes Cantinhos têm mil e uma utilidades (mesmo!). Servem para aqueles dias compriiiiidos em que sobra tempo e faltam estímulos para as crianças. Também funcionam muito bem em dias de chuva, quando os espaços são limitados. E que tal levar um Cantinho para a casa do parente ou do amigo? Ideal para deixar as crianças entretidas durante uma visita a uma casa “mais de adultos”.

Cantinhos - Sofia pintando o papelCantinhos - Brincando com balde e objetosCantinhos - Larissa com a mão pintada de arte

Você pode criar convites temáticos para brincar: de médico, de salão de beleza, de escritório, de supermercado. E dá até para colocar mais de um ao mesmo tempo e ver com qual seus filhos se identificam mais. Não é legal?

Quer mais um motivo para você explorar os Cantinhos? Eles podem ser adaptados para qualquer idade. Nestes dois exemplos abaixo, do blog Imagination Tree, tem um Cantinho para os mais bebês, com pompons e diferentes formas, muito parecido com o que eu fiz com a Gabi com uma embalagem de café expresso; e um Catinho para os maiores, como a Carol, que podem brincar com areia fininha e botões com segurança.

Ideia com pompom do Imagination Tree

Areia e botões - Imagination tree

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui no blog, todos os dias tem sugestões para você e seus filhos. Não perca! E se você se inscrever na nossa Newsletter, estas dicas chegarão gratuitamente no seu e-mail. É só clicar aqui.

 

2 Comments

Comente

+ Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.