Brincadeira sensorial com espuma de barbear

Brincadeira sensorial com espuma de barbear


Você já viu o filme Divertidamente, da Disney/Pixar? Se não, pára tudo e vai assistir com as crianças! É maravilhoso!

Se sim, você vai entender quando eu disser que o post de hoje é sobre o dia em que conheci a “nojinho” que mora no cérebro da Gabi. Isso porque eu estava super animada com a brincadeira sensorial com espuma de barbear e ela odiou. Simplesmente não conseguiu tocar! Eu nem ia contar esta história aqui no blog, mas como outro dia as pessoas comentaram no facebook do Tempojunto que era legal qual eu falava sobre o que não funciona, que resolvi repetir a dose.

Começando do começo, eu adoro brincadeiras sensoriais para bebês (quem está chegando agora no blog pode ler sobre isto aqui) e por isso sempre pesquiso atividades assim para repetir em casa. Tenho até um board no Pinterest para isto. Há tempos eu queria experimentar uma brincadeira com espuma de barbear. Já fiz até um post com dicas de como brincar com este material. Uma das formas, por exemplo, é colocar gotas de corante de alimentos e pedir para a criança misturar.

Como a Gabi vive se divertindo com as brincadeiras sensoriais que proponho, sempre metendo a mão em tudo sem problema, achei que com a espuma ia funcionar também. Mas, pelo menos neste dia isso não aconteceu. Eu a coloquei no cadeirão, espalhei um pouco da espuma de barbear, algumas gotas do corante amarelo e deixei para ela brincar. Ela logo foi colocando o dedinho

Brincadeira sensorial com espuma de barbear - tocando a espuma

Mas bastou tocar a espuma…

Brincadeira sensorial com espuma de barbear - mao da gabi

…para ela pedir para limpar.

Brincadeira sensorial com espuma de barbear - pedindo pra limpar

Ela ficou um tempão olhando para aquela mistura no seu cadeirão..

Brincadeira sensorial com espuma de barbear - no cadeirao

… até que resolveu chamar a irmã para brincar. A Carol estava com uma amiga e aí a farra começou para valer. Elas adoraram fazer a brincadeira sensorial com espuma de barbear. No começo a Gabi continuou olhando com “nojinho”

Brincadeira sensorial com espuma de barbear - cara de nojinho

Mas depois achou muito divertido ver a animação da irmã e sua amiga (no entanto, continuou sem querer tocar).

Brincadeira sensorial com espuma de barbear - se divertindo

O mais curioso foi que a Carol não queria parar de mexer na espuma de barbear.

Brincadeira sensorial com espuma de barbear - carol mexendo com a espuma

É pena que eu estava com poucas cores de corantes neste dia. Mas eu prometi para a Carol que vou repetir a brincadeira com ela. Quem sabe neste dia a Gabi se anima ;)

Se você gostou deste post e quer acompanhar as dicas do Tempojunto, assine a nossa newsletter semanal e receba nossas brincadeiras por email.

 

2 comentários

Deixe seu comentário

+ E aí, o que você achou?