Você no Tempojunto: Daniela Mioti e a viagem com o bebê


Tanto eu (aqui é a Patcamargo) quanto a Patrícia Marinho viajamos com nossos filhos. Eu prefiro os lugares mais próximos, a minha cidade Natal (que fica a 250 quilômetros de São Paulo) e nada que ultrapasse 4 horas de trajeto. Mas me aventurei com meus três filhos num vôo de 13 horas para o exterior. Só que eles já eram maiores, com 7, 5 e 4 anos, o que, acho facilita, porque avião tem muita novidade.

Diferente do carro ou ônibus ou de viajar com um bebê, como no caso da Patricia Marinho, que, só por ser do Rio de Janeiro já pega a estrada mais vezes e por um período mais prolongado que eu. Por este motivo, ela escreveu dois posts falando sobre brincadeiras que podem nos ajudar com as crianças, tanto em aviões, quanto em longas viagens de carro ou ônibus. Eu também dei meu pitaco e escrevi outro post, com as dicas que eu aproveito em minhas andanças com meus filhos.

Brincadeiras para fazer no avião com crianças pequenas - gabi desembrulhando o brinquedo de papel aluminio

Pois bem, mas a gente não tinha ouvido ainda a opinião de alguém que tenha aproveitado nossas dicas e criado outras, em suas rotinas de viagem. Por isso, quando a Daniela Mioti foi convidada para escrever uma das colunas do Você no Tempojunto e sugeriu falar deste assunto, eu topei na hora. A Dani, além de sócia de carteirinha do Tempojunto, sempre enviando as fotos de sua rotina brincante e de sugestões de brincadeiras, é brasileira, mas mora na Holanda. E desde sempre viaja com o pequeno Guilherme, hoje com 2 anos, para visitar a família aqui no País. São destes momentos que vem sua experiência que ela compartilha com você aqui no Tempojunto. Bóra?

Você no Tempojunto Daniela Mioti e a viagem com o bebê - daniela e filho

Cheirinho de casa

Oi gente! Vou escrever um pouquinho sobre como fazer da viagem com com bebê um momento brincante e bem menos estressante para todos, mamãe (e/ou papai), bebê e outros passageiros.

Porque, vamos combinar, bebê chorando o vôo todo não é fácil. Estou escrevendo sobre a minha experiência, pois já fiz muitas viagens com bebê, sendo que três delas foram sozinhas em um vôo de 12 horas e com trajeto entre minha casa e casa da família de quase 24 horas. Ufaaaa…

Bom, para começar, é importante que seu bebê se sinta confortável. E não estou só falando de vestuário. Ele tem que saber o que vai acontecer. Eles entendem muito mais do que sabem expressar, então corremos o risco de deixar a parte de explicar o que vai acontecer para segundo plano e isso é um grande erro. Uma explicação bem simples já basta, como um “hoje nós vamos passear; e vamos nanar no avião;l você vai dormir no colinho da mamãe…. etc” , deu para pegar o espírito?

Agora vem a parte da brincadeira! Eeeeeeh! todo bebê tem direito a uma mala de mão. Além do que a gente já carrega no dia a dia, é bom ter uns petiscos saudáveis e diversão. A primeira coisa a ser colocada na bolsa, nesse sentido, é um paninho/ursinho que sirva para brincar e dormir; para ter um cheirinho de casa e da cama do seu filho.

Aquele carrinho ou boneca favoritos? Têm que ir e para não perdê-los, que tal usar mais um brinquedo para prender na bolsa? Sabe aquelas argolas que montam e viram uma corrente? Eu conheço como links, e é um dos meus melhores investimentos. Dá para brincar (montar e desmontar, fazer barulho, separar por cores…), prender os brinquedos, o copinho de água.

Você no Tempojunto Daniela Mioti e a viagem com o bebê - kit viagem

Outra coisa que não pode faltar, já que quase toda criança tem uma curiosidade natural por eles, são os livros. Eu levo vários, mas os favoritos são: um que vira travesseiro (já faz as vezes da naninha que falei lá em cima), dois cartonados pequenos, do tamanho da mãozinha para brincar sozinho ou junto e um de pintar com umas 2 ou 3 cores de lápis de cor (esse é o que melhor porque é fininho, barato, leve e gera muita diversão). Você também pode optar por folhas de sulfite!

Eu sei que tem muita gente que não gosta de usar tecnologia com os pequenos, eu mesma não curto muito, mas uma ou outra birra, nesses casos, é algo inevitável. Ter uns 4 ou 5 desenhos animados ou aplicativos próprios para a idade no celular, para usar na sala de espera, salvam em uma emergência.

Você no Tempojunto Daniela Mioti e a viagem com o bebê - livros

E para finalizar, porque não fazer do avião um lugar brincante por si só? Tem muita coisa legal para explorar! Foninhos de ouvido, extintores de incêndio (cuidado aí! hahaha), papel de parede desenhado, janelas, escadas, caso seja um avião de grande porte, e até um papo com os comissários (porque não?).

Minhas últimas dicas são: se puder evitar o uso do trocador do avião que é muito pequeno, evite. Troque o bebê logo antes de entrar no vôo, não economize na melhor fralda, nunca se acanhe de pedir ajuda para os comissários e… tenha calma… Bebês choram, pessoas olham feio (faça cara de alface para elas, que ficam sem graça) e nós somos capazes de dar conta de tudo isso, se soubermos levar na brincadeira, em todos os sentidos!

Meu nome é Daniela, sou mãe do Guilherme de 2 anos, moramos na Holanda e adoramos uma bagunça, aqui, aí, e no caminho também!

Curti demais as dicas de viagem com o bebê e o texto gostoso da Daniela! E um sábado por mês tem gente nova aqui na coluna Você no Tempojunto, que foi criada justamente para vermos que não sou só eu e a Patricia que conseguimos trazer mais brincadeiras para o nosso dia a dia. Todo mundo pode! E se você quiser saber como fazer do seu tempo disponível o melhor tempo com seus filhos, vise nosso blog. Temos dicas de brincadeiras para qualquer situação. E, caso você não queira se preocupar em nos colocar na agenda, inscreva-se gratuitamente na nossa Newsletter. Semanalmente, você recebe um e-mail com tudo o que publicamos por aqui.

2 Comentários

Deixe sua opinião
  1. 1
    Veronica de Paula Galbier Bartichoti

    Oi Meninas! Adorei o blog! Várias dicas, relatos e experiências. Conheço a Dani, fomos vizinhas á muito tempo atrás. Uma pessoa maravilhosa, talentosa e muito criativa.
    Gostei muito da matéria. Ano que vem farei uma viagem pra Troncoso-Bahia, meu filho terá 2 anos e 3 meses. E desde já super preocupada com a viagem no avião. Com essas super dicas já fiquei mais tranquila. Super bjos.

    • 2
      Patrícia Marinho

      Olá, Veronica! Que bom que você gostou. A Dani foi muito fofa em compartilhar essa história com a gente. Tomara que você volte mais vezes para continuar se inspirando!
      Beijos,
      Patrícia

+ Deixe seu comentário