Que tal aprender a brincar com seu filho?


Uma das melhores dicas que posso dar para quem diz que não sabe ou não gosta de brincar é: que tal aprender a brincar com seu filho?

Quando foi a última vez que os filhos ensinaram alguma coisa para você?

Os filhos gostam de mostrar o que sabem para os pais. Especialmente quando demonstramos nos interessar pelo que eles sabem.

A Patcamargo já escreveu vários posts sobre atividades que os filhos trouxeram da escola, como por exemplo Conhecer o corpo desenhando um boneco gigante

boneca_sofia2ok

Ou o post que ensina a fazer um brinquedo Cai Não Cai.

Um cai-não-cai incrível feito por uma criança para jogar em família - resultado

Do meu lado, o Tempojunto tem até vídeos tutoriais de atividades que a Carol aprendeu e quis me ensinar. Por exemplo, ela fez questão de fazer, sozinha, o vídeo que mostra como faz um balangandã.

A conexão com o filho, depois que ele cresce.

A gente fala tanto que os filhos estão passando tempo demais diante das telas e o quanto isto nos preocupa, não é verdade?

Pois uma forma de evitar o excesso de telas no dia-a-dia das crianças é parar para ouvir o que o filho tem a dizer e aprender o que seu filho(a) tem para ensinar. Mesmo que não seja uma coisa ou assunto pelo qual você se interesse tanto. Afinal, vocês não são obrigados a gostarem das mesmas coisas e nem sempre compartilham as mesmas habilidades. A possibilidade de fortalecer o vínculo com o filho vale o esforço.

Um dos exemplos mais recentes aqui de casa foi quando a Carol chegou da escola contando histórias sobre o Tsuru, o tradicional pássaro japonês de Origami.

Tudo começou na caminhada de volta da escola (momento mágico para saber o que se passa na cabecinha das crianças), quando a Carol me contou sobre a lenda dos 1000 Tsurus para dar sorte.

Logo que chegou em casa, ela me perguntou se eu queria aprender como faz um Tsuru. Lógico que disse que sim! Por um acaso eu gosto de trabalhos manuais e este tipo de atividade é relativamente fácil. Mas mesmo que eu não gostasse ou não tivesse habilidade, a Carol deixou quicando na minha frente a bola de interagir com ela. Eu podia dizer que tinha compromisso ou trabalho. Mas preferi parar o que estava fazendo para aprender.

A primeira coisa que ela fez foi se trancar no escritório e refazer o Tsuru, tirando uma foto de todas os passos, para ela mesmo ter certeza de que tinha aprendido.

Que tal aprender a brincar com seu filho - tsuru

Depois lá fui eu aprender com ela. Confesso que desta fez estava tão, mas tão envolvida, que não fotografei, até porque a Carol já tinha feito as fotos dela e eu quis aproveitá-las. Vou colocar um link de um vídeo que ensina com detalhes como se faz um Tsuru para quem quiser aprender.

Espero que estas dicas ajudem no seu dia a dia com seus filhos. E se você gostou e não quer perder nenhuma novidade, faça parte do nosso grupo da newsletter. É gratuito e você recebe nossas atualizações semanalmente em seu e-mail.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.