Ilusões de ótica para brincar de enganar o cérebro


Desde criança, eu sempre fui fascinada por ilusões de ótica. Seja em brincadeiras de mágica ou de experimentos de ótica (uma das minhas matérias favoritas em Física). Então, foi quase natural que eu brincasse com meus filhos usando os “recursos” das ilusões de ótica.

Nas férias, a gente costuma muito ir a um museu na cidade de Santo André, na Grande São Paulo, chamado Sabina Parque do Conhecimento. Eles são uma imensa fábrica de brincadeiras a partir da ciência e matemática. Claro que haveria uma seção inteira com brincadeiras de ilusão de ótica. Foi quando resolvi trazer algumas delas, as mais simples, para fazer em casa.

O que são ilusões de ótica?

* As ilusões de ótica nada mais são do que interpretações erradas ou enganosas que o nosso cérebro dá para as coisas, objetos ou imagens que os olhos veem.

Apesar de ainda ser um mistério para a ciência, a explicação mais razoável para o fato de elas existirem é a de que o nosso sistema visual é muito limitado para processar com precisão todas as informações que nossos olhos absorvem. Por isso, ele funciona baseado na interpretação mais provável do que estamos vendo.

No entanto, em algumas dessas vezes, o nosso cérebro pode fazer uma interpretação errada. Então, percebamos certas coisas de maneira enganosa. Daí o nome das ilusões de ótica.

É quase como se o cérebro precisasse corrgir o “delay” entre o que estamos vendo e o que ele interpreta. Então, para não “perder tempo”, o cérebro cria o que ele acha que iremos ver no décimo de segundo seguinte. Mas ele às vezes erra na suposição, criando a ilusão de ótica.

Abrir a cabeça para outro olhar

Mas nosso papo aqui é brincar. Então, eu coloquei abaixo várias sugestões de imagens e de vídeos que brincam com as ilusões de ótica para você se divertir de enganar o cérebro com seu filho. Além de praticar a concentração e a habilidade de ver as coisas por ângulos diferentes.

Ilusão de Cornsweet

Essa eu achei incrível e tive que provar para crer. Pode não parecer, mas os quadrados acima são da mesma cor. Não está vendo? Então, cubra com o dedo a parte que separa dos dois e verifique! A explicação para isso é que a imagem explora a inibição lateral do cérebro, que cria mais contraste entre os dois objetos quando eles têm diferentes bordas coloridas.

O nariz

Dirija o seu olhar fixamente por 10 segundos para o nariz desta mulher. Depois, pisque os olhos rapidamente enquanto olha para uma superfície clara. Você verá que o rosto dela aparecerá colorido, como se fosse mágica!

Circulo laranja

O círculo laranja da esquerda é menor que o da direita? Não mesmo! Eles são exatamente do mesmo tamanho. Essa ilusão de ótica explora a nossa percepção de tamanho relativo. Quando um objeto é cercado por objetos maiores, este parece ser bem menor do que realmente é.

Olha só meus filhos medindo com os dedos os círculos para comprovar a ilusão:

 

Ajudando na camuflagem

As ilusões de ótica são exploradas constantemente pela natureza. A camuflagem dos animais é uma versão da ilusão de ótica que os protege dos predadores.

Minhas filhas trouxeram da escola a dica destes vídeos para encontrarmos os animais escondidos. Alguns são realmente incríveis. Teste também:

Divertindo gerações

Pois eu acabei descobrindo nas pesquisas de figuras de ilusão que elas existem há muito tempo. No século IXX, por exemplo, eram feitas a partir de traços que misturavam duas imagens. Como estas abaixo:

 

 

 

 

Conseguiu ver, na seqüência: um rosto no meio das flores? Uma moça e uma idosa no mesmo desenho? Um pássaro e um coelho juntinhos?

Outras clássicas que você mostra para seu filho onde estiverem para brincar de ilusões de ótica:

Quantas patas de elefante você vê?

As linhas estão tortas ou retas?

Parece que as linhas horizontais estão tortas? Mas, acredite, não estão. Na verdade, estão bem retas. A explicação é que as linhas longas sobre os blocos pretos e brancos dão a sensação de profundidade, fazendo com que uma linha pareça mais distante que a outra.

E a gente passou uma tarde brincando assim aqui em casa:

Se você quer receber semanalmente dicas para ter sempre o que brincar e passar um tempo de qualidade com seu filho, inscreva-se na nossa Newsletter. Ela é gratuita e chega sempre no seu e-mail.

*Com ajuda do site Vou Passar – Ciência

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.