10 brincadeiras rapidinhas para quem tem pouco tempo


Semana de volta às aulas, últimos dias para comprar aquele material que ainda falta e ainda planejar a lancheira. Ufa! E aí como fazer para manter as brincadeiras na rotina mesmo depois das férias? Então, tem tudo aqui no post 10 brincadeiras rapidinhas para quem tem pouco tempo. Bóra aproveitar?

01 – Brincadeira de bate-mão e bate-copo

Aqui, no Tempojunto, já mostramos que muitas vezes nem é preciso brinquedo para brincar. Podemos usar nosso próprio corpo e aqui temos um exemplo: duas formas divertidas de bate-mão e bate-copo que você pode fazer em qualquer lugar e se distrair com as crianças. É só clicar aqui ou na imagem para ver direitinho como as filhas da Pat Camargo fizeram a brincadeira. Inclusive, tem vídeo explicando também.

02 – Sopro da bolinha

Essa é uma daquelas brincadeiras que as crianças amam, mas os adultos dificilmente resistem e acabem brincando também. É bem divertida e pode ser feita em um minutinho. Você vai precisar de copinhos, água e uma bolinha como aquelas de tênis de mesa. Ah! E folego, viu?

Clique aqui ou na imagem para ver como a Carol, filha da Patricia Marinho, fez a brincadeira.

03 – Empilhar Lego

Quem consegue vencer esse desafio? Basta pegar um palito de picolé e colocar peças de Lego sobre ele, tentando equilibrar quantas pecinhas conseguir. Então, prepare-se e veja mais detalhes sobre como brincar clicando na imagem. Aliás, no post com a brincadeira você verá que a Carol e a Patricia Marinho brincaram – e se divertiram muito – mas, adivinha quem conseguiu equilibrar mais peças?

 

04 – Palmas de papel

Acima de tudo, aqui tem criatividade! Pense em uma brincadeira simples e que é super divertida. Basta uma folha de papel e e então, está pronta a brincadeira que pode ser feita em qualquer lugar e bem rapidinha. Depois de separada a folha é só brincar de bater palmas sem deixar a folha cair no chão.

Ah! Mas é preciso de, pelo menos, duas crianças para brincar. e, aliás, se for aquele momento em que só estão você e seus filho – ou filha – aproveite o tempo junto para brincar. Veja aqui neste post como a Carol e um amigo brincaram.

05 – Brincar com fita crepe (para os pequenos)

Quem aqui já pensou em brincar com fita crepe? Todas as vezes que lembro dessa brincadeira penso o quanto o brincar pode ser simples! Basta um rolinho de fita crepe e uma superfície como a mesa, chão, cadeira ou o cadeirão. Você cola a fita formando uma teia e pede para a criança descolar a fita uma a uma. Para ver como a Patricia Marinho brincou com a Gabi, clique aqui ou na foto. Mas, repare que graça os dedinhos da Gabi tentando tirar a fita. Simples, divertido e rapidinho.

 

06 – Bolinha no cesto

Sabe aquele momento em que você está fazendo a lancheira, separando o uniforme ou vendo a agenda dos pequenos? Para entreter as crianças, separe um cesto ou mesmo um baldinho e entregue algumas bolinhas feitas com papel. Se você tiver papel de seda, por exemplo, mostre para a criança como amassar e depois ensine a jogar no balde. De longe ou um pouco mais perto, as crianças se distraem e se divertem ao mesmo tempo. Neste post aqui, a Patricia Marinho brincou com a Gabi quando ela era menor e foi um sucesso.

 

07 –  Brincadeira do Pezinho

Em primeiro lugar, brincar não tem idade e brincadeira atemporal. Tem aquelas que estão em alta as vezes, não é? Mas que tal buscar no seu repertório, de quando era crianças, aquelas brincadeiras que você fazia em família ou com os amigos? Além de brincar com as crianças agora, você aproveita e conta histórias da sua infância. E olha que dá para fazer isso mesmo com pouco tempo, viu?

Lembra da brincadeira do pezinho? Então, para começar, você e a criança devem deixar os pés unidos – como na foto. Depois, ao mesmo tempo, vocês dão um pulo para trás. A ideia é ver quem consegue pisar no pé do outro antes que ele pule para trás.  Para isso, um participante se movimenta e outro se defende. Mas, só pode  dar um passo por vez. Vocês precisam revezar até alguém conseguir acertar o pé.

 

08 – Brincar de fotografar

Se a criança já sabe usar a câmera do celular, que tal deixar que ela brinque tirando fotos livres ou a partir de alguma direção sua? Por exemplo, escolha no ambiente em que estiver o que ela deverá fotografar, como se fosse uma caça a imagem, sabe? Na sala, diga cadeira, televisão, cortina e assim ela vai fotografando e você vai deixando as opções “mais difíceis” com objetos menores ou mais escondidos.

Outra opção, que mostramos aqui nessa brincadeira feita pela Pat Camargo, é deixar a criança livre para tirar as fotos que quiser. Mas, veja que ela deixou  com os filhos uma máquina fotográfica digital antiga que tinha em casa. Se você ainda tem uma máquina como essa e prefere que seus filhos não usem celular, ta aí uma ótima opção. Veja aqui o resultado da brincadeira da Pat com as crianças.

Lembrando que estamos falando de brincadeiras rapidinha, essa é uma daquelas que você pode fazer em dez minutinhos ou em mais tempo. Então, aproveite!

09 – Fazer caretas

Tão simples que as vezes nem lembramos dessa brincadeira, não é? Mas é divertida e pode ser feita com o tempo que temos. Você e a criança podem fazer caretas e o outro tem que adivinhar o que é como, por exemplo, careta de quem está feliz, triste, com medo e por aí vai. Dá para brincar na fila de espera, na ida para a escola, na recepção do médico e em vários lugares. Lembra do brincar sem brinquedo que já falamos aqui?

Porém, se você quiser dar uma incrementada e se tiver um lápis ou caneta por perto, aproveite essa brincadeira que a Pat Camargo fez com os filhos: o bigode Fu-Manchú. Quer ver como faz? Dá uma olhada na foto e clique aqui para o post completo para você aprender a brincar com seus filhos.

10 – Andar com os pés

Você já ouviu falar me memória afetiva? Então, é basicamente aquela memória que pode se desenvolver a partir de uma percepção sensorial como, por exemplo, odores – ou um som, uma cor, mas que estão ligadas a um momento afetivo importante. Essa brincadeira, a andar com os pés, é uma daquelas que estão na memória afetiva de muitos adultos hoje, pois era comum brincar com os pais, avós e tios, não é?

Simples demais e rapidinha, pode ser feita no caminho até o elevador, na hora de entrar em casa ou em qualquer lugar. Basta pedir para a crianças subir nos seus pés, como mostramos na foto. Depois, é só segurar as mãos e caminhar. E aproveitar o momento que sempre gera boas risadas. Está bem como equilíbrio? Brinque de fazer uma curva, ande um pouco mais rápido. O importante é brincar!

 

Acabou! E você gostou do nosso post de hoje? Sabia que enviamos, semanalmente, uma newsletter para todos que se inscrevem na nossa lista? É totalmente gratuito e você fica por dentro das novidades e recebe dicas do Tempojunto. Para se inscrever, é só clicar aqui.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.