10 novidades em brinquedos que você vai gostar de conhecer


O post desta sexta-feira mistura reportagem com tendências que as fabricantes de brinquedos estão incorporando, a partir das descobertas científicas relacionadas ao desenvolvimento infantil. Nestas 10 novidades em brinquedos, vamos falar também das classificações dos brinquedos que a ABRIN – Feira Internacional de Brinquedos adotou recentemente*.

A gente já sabe que brinquedo é aquilo com que se brinca. O objeto que oferece variedade de estímulos, considerando o desenvolvimento cognitivo, motor, social e emocional, em cada fase da criança. Além disso, que também proporciona a possibilidade de explorar e imaginar. 

Portanto, com esse olhar, vimos a Feira Nacional de Brinquedos de 2019 e trouxemos alguns exemplos bacanos do que vimos.

Brinquedos STEAM

STEAM é uma sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática. Então, brinquedos com essa sigla são aqueles que estimulam a curiosidade nessas áreas e incentivam o gosto pela ciência.

Na Abrin, percebemos a força que esta categoria de brinquedos está ganhando. Aliás, são ótimos para reunir pais e filhos para brincar. Os adultos ajudam com as instruções e as crianças preparam e fazem as experiências. Que criança não vai amar fazer experimentos com a família?

Separamos alguns exemplos aqui:

1 – Linha STEAM da Xalingo Aprender Química (lançamento previsto para o segundo semestre de 2019)

2 – Linha STEAM da Dican (lançamento segundo semestre de 2019)

Brinquedos para a família

Além do STEAM, o grande destaque ficou por conta das inúmeras opções de jogos que vimos na Feira. Jogos de tabuleiro ou jogos mais simples, para todas as idades e gostos. Jogos novos ou antigos repaginados, são ótimas opções para reunir a família, tirar as crianças das telas, além de ensinar sobre paciência, pensamento estratégico e desenvolver habilidades sociais e emocionais. A Patcamargo, por exemplo, já mostrou neste post aqui como a família criou a tradição de jogar uma vez por semana e quais são as vantagens.

3 – Clube Grow com 10 jogos clássicos

4 – Story Cubes da Galápagos –  dadinhos para os jogadores construírem histórias com base nas imagens

5 – Brincar + juntos da Devir

Brinquedos clássicos, mas com nova roupagem

Você já jogou Nhac Nhac? Não? Mas se você brincou de jogo da velha, na verdade já jogou Nhac Nhac. Com cara nova e atraente, além de super divertidos, vimos jogos e brinquedos clássicos para crianças pequenas e até as maiores. O bom é que, mais uma vez, podemos ter aquele tempo junto com as crianças, relembrando a infância e ensinando jogos antigos. Tem também quebra-cabeças, mas o que chamou nossa atenção é que fogem do tradicional e são incríveis reproduções em 3D. Dá uma olhada no que encontramos:

6 – Nhac Nhac da Galápagos

 

7 – Quebra-cabeça 3D da Galápagos

Brinquedos colecionáveis

Os colecionáveis também foram um dos pontos fortes da Abrin. Vimos bonequinhos, bichinhos, carrinhos, uma variedade enorme. E sabe que são uma boa opção para ensinar as crianças sobre cuidados? Sim, porque precisa manter tudo arrumadinho para cuidar da coleção! Além disso, ensinar paciência, pois é difícil comprar a coleção toda de uma vez e, portanto, precisa esperar. E tem a opção de trocar com os amigos, ensinando a desapegar brincando!

Enfim, vale a pena pensar em curtir com as crianças os brinquedos colecionáveis. Aliás, vimos mais opções para os menores, mas como a Patcmargo mostrou nesse post aqui, coleção é um assunto que pode te ajudar também a se conectar com o filho mais velho.

8 – Orbeez Wow World Pets Mágicos da Xalingo

Brincar ao ar livre

Aqui no Tempojunto temos várias opções de brincadeiras ao ar livre. Por isso, procuramos na ABRIN algumas ideias para tirar as crianças do sofá – e das telas! – e levá-las para brincar ao ar livre. Tem opções para os menores e para os maiores. O que não tem variação é a diversão. Da feira, nós separamos esses brinquedos:

9 – Super Balão da DTC

10 – Dominó gigante da LDM Birnquedos (sim, leve as peças para quadra ou para a grama e bóra jogar?)

*Falei lá em cima da nova classificação de brinquedos indicada pela Abrin,  segundo o sistema do ICCP – Centre National d’Information sur Le Jouet (Centro Nacional de Informação sobre o Brinquedo). Quando olhamos para ela, deixamos de lado muitas questões como “brinquedo de menino ou de menina”; brinquedo “de montar” ou “brinquedo educativo”. De novo, vale lembrar que brinquedo é aquilo com o qual a criança brinca.

Mas se você gosta do assunto, dá uma olhada na classificação e, quem sabe, de uma próxima ida na loja de brinquedos você tenha uma visão diferente do que buscar, tanto para seus filhos, quanto para presentear.

Classificação do ICCP por Famílias de Brinquedos e Jogos:

1 – Atividades Sensório-Motoras

2 – Atividades Físicas

3 – Atividades Intelectuais

4 – Representação do Mundo Técnico

5 – Afetividade

6 – Atividades Criativas

7 – Relações Sociais

Então, se você quiser conhecer mais sobre essa classificação, o site da A Brinquedoteca apresenta os detalhes  em um estudo do psicólogo francês Andre Michelet, coordenador da classificação.

Gostou do nosso post? Você sabia que pode receber nossas dicas direto no seu e-mail? É só fazer parte da nossa lista. Além das ideias da semana, as novidades do Tempojunto chegam primeiro por lá. É só clicar e se inscrever.

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.