Como ensinar o alfabeto de forma divertida – 5 ideias


Aqui no Tempojunto a gente acredita no poder da brincadeira como fonte de aprendizagem para as crianças. Brincando elas aprendem mais e melhor e por isso quero mostrar no post de hoje 5 ideias de como ensinar o alfabeto de forma divertida.

Nada de acelerar a aprendizagem!

Hoje em dia é comum encontrarmos pais e mães que estão tão preocupados em garantir o melhor futuro para seus filhos que acreditam que quanto mais cedo eles começarem a ler e escrever melhor. Só que a gente sabe que não para ser assim. A aprendizagem envolve várias dimensões além das habilidades cognitivas. E por isso é super importante considerar o desenvolvimento integral das crianças. O desenvolvimento social, emocional e motor precisa andar junto com as habilidades cognitivas. Não devemos nem acelerar esse processo e nem colocar ênfase demais na performance.

Mas isso não significa que a criança não deva receber estímulos. São eles que vão transformar o potencial que toda criança têm para aprender em resultados concretos. Esses estímulos precisam acontecer de forma significativa na forma de brincadeiras que vão fazer as crianças se divertir e aprender ao mesmo tempo!

Como ensinar o alfabeto

Aprender a ler e escrever é um processo longo, que acontece por etapas. Um passo importante é ler para crianças e ajudá-las a se interessar pelos livros. No início, quando são bebês, eles não tem nenhuma capacidade de entender que aquele objeto é um livro e serve para ler. Mas aos poucos eles entendem que nas páginas do livro tem figuras e “escritos” que querem dizer alguma coisa.

A partir do momento em que surge a curiosidade sobre as letras, é sinal de que é possível propor brincadeiras que envolvam duas características: o reconhecimento das letras e a capacidade de reproduzir cada uma delas.

A idade em que esse interesse surge varia de criança para criança. Mas em geral, a partir do 4 anos, é possível começar a ensinar a alfabeto de uma forma divertida. Lembrando que o objetivo não é acelerar a escrita, mas estimular a criança a se interessar e se familiarizar com o assunto.

Vamos às nossas cinco dicas:

1. Letras de palito de picolé

As primeiras letras que as crianças aprendem a reconhecer, em geral, são as letras do nome dela e dos familiares próximos. Experimente oferecer palitos de picolé para ver que letras as crianças conseguem reproduzir.

 

2. Letras de Massinha

Nessa brincadeira, você escreve as letras em caixa alta em um papel sulfite e pede para as crianças cobrirem com massinha.

3. Apagador de água

Outra maneira interessante de ensinar para as crianças o traçado das letras, é escrever com giz em uma parede de lousa e pedir para as crianças usaram um pincel com água para apagar o que está escrito.

4. Jogo do Acerte a Letra

Sim, bóra jogar e aprender! No post Como ensinar a ler brincando com copos e pratos eu mostro como fazer isso. Basicamente você transforma o prato de papel em uma argola e usa essa “argola” para acertar a letra da rodada. Na foto, a Gabi tinha que encontrar e acertar o G do seu nome.

 

5. Chute a letra

Use os mesmos copos da atividade acima. Só que troque a argola por uma bola. O objetivo agora é chutar a bola e acertar a letra certa.

 

Se você se interessou por este post, é provável que tenha crianças de 4 a 6 anos em casa ou por perto. Que tal conhecer também a nossa lista de 30 atividades para tirar as crianças das telas?

 

+ Seja o primeiro a comentar

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.